Um sinal de bom senso

O Presidente da República vetou hoje a nova lei do financiamento dos partidos. Deu um sinal de bom-senso, ao contrário dos partidos que tinham aprovado uma lei disparatada.
Cavaco Silva apontou “várias objecções de fundo” ao diploma, como o “aumento substancial do financiamento pecuniário não titulado” ou a possibilidade dos partidos obterem lucros nas campanhas.

Comments

  1. Carlos Fonseca says:

    É, de facto, uma decisão de bom-senso, tendo em conta as formas incontroláveis e os elevados montantes que os partidos poderiam recolher. A questão ainda se torna mais grave do ponto de vista ético, dada a crise que atinge milhares de famílias portuguesas. A atitude do Prof.Cavaco Silva é realmente louvável.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.