Salgueiro Maia não teria gostado

Como todos os grandes homens portugueses, O Capitão de Abril, só depois de morrer é que lhe foi reconhecido o serviço excepcional que prestou à Pátria. Infelizmente, a vida não foi suficientemente longa para ver a profunda injustiça com que o trataram.
Há vinte anos o então Primeiro Ministro, achou por bem conceder duas pensões a dois PIDES, um dos quais disparou sobre o povo, na António Maria Cardoso, do que resultaram quatro mortes.
A explicação foi que o fundamento da proposta não era em teatro de guerra !
Se o 25 de Abril não teve teatro de guerra (se isto quer dizer tiros e mortes) foi porque o inimigo não compareceu , e porque os Capitães não deixaram que tudo se transformasse num mar de sangue. São tudo razões para ainda reconhecer mais mérito a Salgueiro Maia!
Agora, em Santarém, foi-lhe prestada a devida homenagem, simples e popular, como há muito o povo lha guardou no coração, Naquele Largo que tem o seu nome e onde se iniciou a arrancada operacional para o Portugal democrático.
Este caso, que nos devia envergonhar a todos, passou praticamente despercebido, e como quase sempre acontece, falamos muito mas fazemos pouco.
Mas Deus não dorme, e o mesmo homem, então Primeiro Ministro que lha negou, é agora o Presidente da República que as circunstâncias obrigaram a limpar a injustiça então cometida1
Mas o que dói mais é que tudo isto não passa de baixa política, de falta de grandeza, de visão de Estado.
Tudo o que Salgueiro Maia abominava e que o levou a regressar, serviço cumprido, à sua vida de militar impoluto!

Comments


  1. Que pena Salgueiro Maia não estar vivo para poder, se o quisesse, recusar esta ‘homenagem, como fez no passado. Seria mais uma lição.

  2. Adalberto Mar says:

    EU ACHO É QUE DE REPENTE, AQUI TUDO COMEÇA A CHEIRAR-ME A «MORALISMO A MAIS» EU QUESTIONO-ME JÁ ONDE VAMOS TODOS PARAR A TENTAR CORRIGIR TANTO TANTO OS OUTROS E A APONTAR TANTO E TANTOS DEFEITOS A DISPARAR TANTAS E TANTAS ARMAS..COMEÇA-ME A CHEIRAR A ESTURRO??!!!!…DE REPENTE PARECE-ME UM POUCO UM GRUPO D E PURITANOS A QUERER APONTAR DEMASIADOS DEDOS..E EU PERGUNTO…ALGUÉM PODE ATIRAR A PRIMEIRA PEDRA????????????????????????????????”””””””

  3. luis Moreira says:

    Eu puritano? Moralista? Não tiro os olhos de uma moreninha que está aqui no café…

  4. maria monteiro says:

    Pois essa pergunta também foi feita por Ele e, no contexto da narrativa, teve um desfecho feliz.Os “posts” Memórias da Revolução foi uma homenagem sincera do Aventar – Isso Salgueiro Maia terá gostado.

  5. luis Moreira says:

    Nem mais Maria, mas isto não tem nada de moralista.Trata-se de um episódio que explica a pequenez das nossas elites…

  6. dalby says:

    ok

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.