Professores: entregar ou não a Ficha de Auto-avaliação? (ii)

No post anterior procurei situar as diferentes opiniões que tem surgido: temos professores a assumir individualmente que não vão entregar, outros a assumir que entregam, apresentando um texto de protesto e, certamente, muitos que ainda nem sequer pensaram no assunto.

Vamos então à questão central: porque é que estamos a falar disto?
Porque entre Nós, Professores e Educadores, é clara a intenção de manter a luta contra esta equipa e as suas ideias (e práticas, claro). Ou seja, ninguém está a pensar fazer isto porque simplesmente não quer ser avaliado. Este tipo de posição só faz sentido num quadro mais amplo de luta que todos temos vindo a desenvolver há alguns anos.

Da primeira questão decorre uma outra: mas será esta a melhor forma de o fazer ou, de outro modo, uma forma interessante ou adequada de o fazer?
Eu diria que não.
Apenas e só por uma razão: não vai ter a adesão dos professores. Eu percebo que quem assume que não vai entregar diga que não está a pedir a ninguém que se junte a eles. Mas, no caso de o fazerem, serão bem-vindos. É, também esta, uma posição acertada.
Dirão que não tenho nenhuma sondagem para saber que isso vai acontecer. Sim, é verdade. Mas, todos sabemos que as sondagens valem o que valem… Mas, o que se passou com a entrega dos objectivos não é uma ENORME sondagem?
Se… cinquenta mil resistiram a algo que não era obrigatório e que não tinha quaisquer consequências, desses, quantos irão resistir a não entregar a FAA?
Repito: não desconsidero os colegas que assumem esta posição de força – antes pelo contrário: tenho sincera inveja da força que mostram. Tenho pena de não a ter.
Mas… além dessa fortíssima posição e da coerência que mostram, a iniciativa vai ter apenas uma utilidade: esta, a de provocar o debate.
Não vou em simplismos Nós e Eles, os Sindicatos e os movimentos, os Blogs e os que não blogam. Em todos estes grupos (???) há gente a partilhar pertenças… E todos com uma ideia comum… vocês sabem do que é que eu estou a falar.
Estou convencido que nas eleições europeias Sócrates e Maria de Lurdes tiveram uma primeira resposta, para a qual muito contribuíram os professores. Não acredito no PSD e muito menos acredito em Manuela Ferreira Leite e Paulo Portas juntos… mas isso é um problema para resolver depois.
Vendo a “coisa” apenas como Professor, diria que o PS tem que perceber, ainda mais, que não pode continuar com estas políticas na área educativa – se for preciso estar novamente nas ruas de Lisboa para a 5ª manifestação a uma semana das Legislativas, lá estaremos. Aliás, estou convencido que seria excelente esta forma de arrancar o ano lectivo: uma nova manifestação no primeiro Sábado depois de começarem as aulas: todos juntos outra vez – os que entregaram tudo, os que não entregaram nada e os que entregaram só uma das coisas. TODOS JUNTOS! SEMPRE!
Professores na Manifestação do dia 20 de Maio

Comments

  1. maria monteiro says:

    Penso que seja essa a postura que os professores devem ter – Todos Juntos! Sempre!

  2. dalby says:

    Concordo, desde que tu JP saias da frente, daqui da foto!! jejej foste tu que a tiraste!! eu sei!!!!


  3. A «VAIDOSA DE CANELAS» ESTÁ AQUI!!!!

Deixar uma resposta