“Casablanca” – O melhor filme de sempre

Lembro-me, e alguns de vós também, de, nos anos 50, esta passagem do filme ser saudada com palmas nas salas portuguesas.

Comments

  1. Carla Romualdo says:

    Essa história dava um belo post, por que não se anima, Carlos? Já a ouvi muitas vezes mas gostava de ouvi-la (ou lê-la!) contar por alguém que a testemunhou. Não sei se o Casablanca é o melhor de sempre mas é um dos meus favoritos


  2. Carla: quebro o meu «voto de silêncio» para agradecer o seu comentário. Este e os anteriores. Para as pessoas da minha geração, esta é uma história vulgar – vivíamos sob uma ditadura e cenas como esta comoviam-nos, emocionavam-nos e davam-nos força para resistir. Foi num cinema perto do Largo do Chiado, o Chiado-Terrasse; após a Marselhesa ter sido entoada 8os espectadores acompanharam), a sala irrompeu em palmas, as luzes acenderam-se, a polícia ameaçou (a sede da Pide era em frente), nós calámo-nos, as luzes apagaram-se e a projecção do «Casablanca» continuou. Foi, salvo erro, em 1954 ou 1955. Um abraço.

  3. Carla Romualdo says:

    Obrigada, Carlos!Um abraço


  4. POR ACASO FOI TOCANTE ESTA PARTE…CONSEGUIU FAZER UMA PINTURA METAFÓRICA COMPLETA..GOSTEI

Deixar uma resposta