O que é o Iberismo ?

Pela primeira vez foi feita uma sondagem em Portugal e em Espanha sobre uma eventual federação Ibérica.

Portugueses são 39,9% que dizem sim à ideia, Espanhóis são 30% os que acham boa ideia essa união política.

Em primeiro lugar não sei bem se aqueles conceitos se identificam, confesso. Federação Ibérica é o mesmo de “fusão” ibérica? E Iberismo tem como objectivo a Federação de todos os Estados que reivindicam autonomia ou trata-se de um só Estado, um só território, e vários povos?

E agora que estamos na UE porquê este súbito reacender do Iberismo?

O Miguel Gaspar no Público diz-nos que é a razão mais cínica que nos faz mover. Acabados “os fundos comunitários” os portugueses mandriões e pobretes voltam-se para Espanha para o novo “el dorado”. Porque por muito que não gostemos de Espanha a verdade é que o país vizinho vive muito melhor do que nós, tem condições para sair da pasmaceira, evoluiram muito melhor que nós na cultura, na sociedade, na economia.

Como não somos capazes de nos aproximar deles pela competência então juntamo-nos a eles. A muito portuguesa inveja, leva-nos sempre a procurar a solução mais cómoda.

Ora, o único iberismo possível é sermos capazes de dar o salto como eles deram, ficar ao nível deles e compreender onde falhamos e eles não!

Comments


  1. 39% de uma amostra de 380 pessoas. as quais ainda näo deram conta da taxa de desemprego em espanha.

  2. maria monteiro says:

    Que nós saibamos dar o salto que eles deram e… que eles decidam encontrar paz …

  3. Francisco Leite Monteiro says:

    As conclusões do Barómetro Hispano-Luso resultaram de sondagem a 876 inquiridos – irrelevante já que a população de Portugal e Espanha é de quase 55 milhões…. Atente-se à verdade histórica sem deixar embalar-se pela ideia peregrina de que a resposta para a resolução dos problemas de Portugal passa pela integração de Portugal em Espanha, como José Saramago já alvitrou. Há que recordar Aljubarrota em 14 de Agosto de 1385 e a restauração da independência em 1 de Dezembro de 1640. A determinação dos portugueses em qualquer das situações teve consequências políticas que são irreversíveis. VIVA PORTUGAL!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.