Sporting – Fiorentina


Quando joga com equipas italianas, o Sporting raramente ganha. Desenvolve um bom futebol, cria oportunidades mas não chega lá.
Contra a Fiorentina, voltou a acontecer o mesmo. Podia ter ganho à vontade, mas acabou com um mau resultado devido a infantilidades inacreditáveis (como aquela de tirar a camisola para festejar um golo), algum azar e a ajuda do árbitro. Deve ser esta a ética e a verdade desportiva defendida pela UEFA de Platini – o mesmo que queria tirar o FC do Porto da Liga dos Campeões e acabou por amochar depois de chamado à razão.
Ou muito me engano, ou, desta vez, o Sporting não vai mesmo à fase de grupos. Lá se vão os mihões. E lá se vai o Paulo Bento, que anda há cinco anos a preparar uma equipa. Como disse no último «post» que escrevi sobre o Sporting, este ano Paulo Bento Cai Cedo…

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Substituiu os dois laterais.Nunca tinha visto!


  2. Um certo amianto de certas fibras esfarrapadas de certas Esquerdas esquecidas…Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas…

  3. Snail says:

    E não se pode obrigar os jogadores do Sporting a vestirem uns macacos (com cadeados) de modo a não se poderem despir durante o jogo?

  4. Luis Moreira says:

    Snail é a falta de hábito…Abraço