CARTA ABERTA A BARACK OBAMA (3)

CARTA ABERTA A BARACK OBAMA (3)

Meu caro amigo Obama, é uma vergonha nos tempos de hoje uma pinochetada destas nas Honduras. Que grande passo atrás no difícil caminho do mundo para a conquista da paz e da justiça! No fundo, gostaria de acreditar que pensa como eu. Mesmo assim, acredito que há uma grande diferença entre si e uma boa parte do povo americano desta América. Esta América, feita da mesma matéria de Bush, Rumsfeld e Condoleeza, pouco se choca com as adversidades dos outros povos do mundo, a quem considera, estou convencido, pouco mais do que um enxame de moscas. Está-lhe na massa do sangue, na sua deficiente formação, alheia a qualquer cultura social internacionalista, na incapacidade do correcto entendimento do mundo, na dificuldade em libertar-se de uma configuração mental atravancada de mitos e preconceitos, e enformada de viciosos esquemas consuetudinários, mediaticamente mantidos e programados. Torna-se claro que o cérebro de muitos não funciona com neurónios humanos mas com uma espécie de fios de enferrujados.
O vergonhoso golpe das Honduras e as subreptícias manobras na Colômbia, onde está a nascer uma perigosa situação de beligerância, nem chegam a beliscar a mente do povo americano, e são motivo, quando muito, para uma gargalhada entre duas cervejas. O derrube de um presidente democraticamente eleito e a sua substituição por um punhado de golpistas serventuários do imperialismo não abrem os olhos a ninguém. Perante tão vergonhoso escândalo, os meios de comunicação social, na sua crónica servidão do poder, caíram em pesado silêncio, levando o mundo a assobiar para o lado.
Não permita que a alegria da sua eleição se converta em lágrimas de tristeza.

(Continua).

                        (adão cruz)

(adão cruz)

Comments

  1. dalby says:

    Carta aberta a Vladimir Putin: oh sr Putin você saiu-me um ditador terrível com a história da Geórgia!!!!

  2. Luis Moreira says:

    Caro Adão, o Presidente embora eleito democraticamente, não pode fazer um referendo para se perpectuar no poder, como fez Chavez. Tambem é um golpe constitucional. Os cidadãos e os militares têm ou não o direito de defender a constituição?

  3. Adão Cruz says:

    Caro Luis Moreira, um abraço.Claro que o presidente pode fazer tudo o que democraticamente for possível e legal. O mal-entendido está no facto de nós termos esquecido o significado da palavra “democrticamente”. E esquecêmo-lo, porque os conceitos, preconceitos e sofismas à volta desta palavra, injectados e instrumentalizados, levam à contrafacção da nossa própria razão. Sendo a razão a nossa maior riqueza, se a não soubermos gerir e preservar, o pensamento entra em falência, ou melhor, resvala imparável na decorrência dificilmente reversível de um erro grave de interpretação da realidade. Por isso eu não respondo aos comentários do amigo Dalby, os quais respeito, mas que não possuem a osmolaridade minimamente necessária à penetração da razão.

  4. dalby says:

    Adão, Adão, ai que não tem razão não! Isso era o mesmo comentário que o Álvaro Cunhal tinha para justificar a «CONVERSÃO DE PORTUGAL» à «DEMOCRACIA Soviética» olhe que não Dr Adão , olhe que não!!!!!!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.