Novas Hilariedades

Uma opinião que não é partilhada por Lucília Salgado, professora da Escola Superior de Educação de Coimbra e especialista em abandono escolar, para quem a formação dos professores do ensino básico e a aposta em formação profissional foram as principais “alavancas do sucesso“. “Não há facilitismo, há uma forma nova de trabalhar que mudou práticas”, explica Lucília Salgado.
Por outro lado, a professora destaca a importância para as famílias do programa Novas Oportunidades. “Muitos pais voltaram a estudar e sentem-se mais capazes de acompanhar e motivar os filhos”, exemplifica Lucília Salgado, que está a conduzir um estudo sobre este tema.

Público

Vamos por partes: nos processos de RVCC os pais até podem voltar a estudar (por conta própria) mas os conteúdos não têm qualquer relação com os do ensino regular. É assim por definição. Se o filho pedir auxílio ao pai numa questão de português, por exemplo, o pai responder-lhe-á que está a fazer um trabalho sobre a importância económica da lingua portuguesa no mundo, e ninguém o mandou pensar em verbos.

Já a inversa é verdadeira: trabalhos de RVCC  feitos com o auxílio dos filhos (o que até acho muito bem) ou pelos filhos (a alternativa familiar e económica à fraude corrrente) são situações banais.

Finalmente o que Lucília Salgado tenta é vender a formação nas ESE de professores treinados para o sucesso escolar, o que se compreende já que é de verdadeiros analfabetos habilitados para o ensino que estamos a falar, razão pela qual defendo uma prova pública de acesso à carreira docente: não só nivela as médias de curso a nível nacional (com disparidades imensas), como talvez nos salve das gentes provenientes dos estabelecimentos como o da Sra. Salgado, que está a conduzir um estudo mas pela amostra duvido imenso que tenha carta de condução.

Comments

  1. dalby says:

    Essa senhora mais não é do que mais uma «das clássicas folclóricas» que pululam há anos em versão macho e fêmea, geralmente mal pintadas, mal amanhadas e cinzentas da ponta dos cabelos à púbis, cheias de secreções estranhas a quem alguém, por interesse lhe disse que poderia escrevinhar uma nulidade intelectualoide sobre o ensino…São mulheres e homens cheios deles próprios, com uma arroganciazita badalhoca mas bem penteada com gel, e geralmente com uma vida sexual tão interessante como a formiga ou a abelha maya! Ela deve perceber a fundo e na prática tanto do que acabou de dizer como eu de sexo anal com Elefantes! Haverá sempre ESTÙPIDAS, repito, ESTÙPIDAS e IGNORANTES a falarem do que não corresponde à verdade. NINGUÉM TOCA É NO COMPORTAMENTO DOS ALUNOS, NINGUÉM TOCA NAS MEDIDAS SÉRIAS E DURAS A TOMAR, ISSO E PARA ISSO É QUE NÃO VEJO EXPERTS NEM FIDALGA NENHUMA…dalby, farto dessas marias e maneis….

Deixar uma resposta