Ganhamos!

Não sei se com acento se sem acento – sei que ganhámos! Ou ganhamos se preferirem. Eu nunca me dei muito bem com as convenções temporais – o ontem e o hoje, depois de se ter filhos, transformam-se de uma maneira que a palavra futuro conjuga-se, quase sempre, no pretérito perfeito e muitas vezes no condicional, mas enfim…

 

Quanto ao que vos queria dizer – GANHÁMOS! Ou GANHAMOS!

E ganhamos porque tivemos a capacidade de movimentar e mostrar na rua o que de facto não queríamos: foram os de esquerda e os de direita.

Os que vão a todas e os que nunca tinham ido. FOMOS TODOS!

Exigimos, pois, que se possa dar o passo seguinte.

 

Ele está a ser dado – o PCP e o BE já chegaram à frente.

 

O  que vai fazer o PSD? E o PP?

Deixar uma resposta