Ele faz tudo pelos meus amigos

O chefe do governo da Mota-Engil acaba de tentar desmentir a capa do Público de hoje. Afirma que a sua actividade residual como engenheiro técnico civil na especialidade de mamarrachos, exercida enquanto deputado e que abarca pelo menos 21 aberrações e não apenas as 4 até agora conhecidas foi feita à borla, para amigos.

O secretário geral da Teixeira Duarte tenta assim ilibar-se de ter exercido uma actividade que para ser ilícita nem precisa de ser remunerada, segundo a leitura que a Procuradoria-Geral da República faz do ser-se deputado em situação de exclusividade.

O líder da Somague aproveita mesmo para tecer algumas considerações sobre as opções editoriais do referido jornal, “que desistiu da ambição de um jornalismo de referência.

Desconfio que para os lados da Soares da Costa já poucos sobram que acreditem no seu chefe. Mas enquanto o pau vai e vem folgam as costas, e ainda restam algumas oportunidades de negócio durante a vigência do actual governo. E estejam descansados que Pedro Passos Coelho, a quem sobra a vantagem de não assinar projectos de arquitectura, não deixará de vos dar boas oportunidades de negócio a seguir.

Comments

  1. pvnam says:

    «mini-spam»
    Todos Diferentes! Todos Iguais!
    TODOS os povos – quer os de maior, quer os de menor, rendimento demográfico – devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta!

    -> Face à inviabilidade, óbvia, da fantasia multi-racial [os que são predadores – numa corrida demográfica pelo controlo de novos territórios – não são de confiança…] aquilo que aconteceu a Eugène Terre Blanche {sul-africano de várias gerações, ele ousou lutar por uma pátria branca em tão vasto país – dispondo-se inclusivamente a ficar com as piores áreas} é algo que seria de esperar…

    —> Será uma BANDALHEIRA INQUALIFICÁVEL deixar as próximas gerações de nativos europeus à mercê dos predadores que estão numa corrida demográfica pelo controlo de novos territórios…

    —> Não há tempo a perder com os IDIOTAS SUICIDAS (PNR’s e afins) -> estes idiotas não vêem que a maioria dos europeus (vulgo bandalhos brancos) não são de confiança: não se preocupam em constituir uma sociedade sustentável (média de 2.1 filhos por mulher)… adoram fazer negociatas fáceis à custa de mão-de-obra servil ao preço da chuva…

    CONCLUSÃO: Antes que seja tarde demais, há que mobilizar aquela minoria de europeus que possui disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência… SEPARATISMO-50-50… e coligação (do tipo NATO) contra o inimigo comum: os predadores insaciáveis…
    {nota: como possui armas de alta tecnologia, e como também está demograficamente ameaçada… será da máxima importância mobilizar a Russia para esta coligação}


  2. Ó pvnam, o seu conceito de mini-spam é um bocado maxi para o meu gosto.
    Por esta passa, para a próxima apago.


  3. Spam, JJC, é colocar o PPC no texto, eheheheheheeh

  4. maria monteiro says:

    deixem lá … também há médicos em regime de exclusividade que vão auscultando os amigos


  5. Fernando, além de piada tens alguma razão. O que está em causa no Sócrates que assinou estes projectos (não acredito que tenha desenhado algum), ou seja a vocação para a pequena fraude desde pequenino, não me parece aplicar-se ao PPC, e espero bem que assim seja.
    Agora quanto aos interesses das grandes construtoras aplica-se. Algumas apenas vão ter de mudar de administradores. A Lusoponte nem precisa.

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by joao j cardoso. joao j cardoso said: Ele faz tudo pelos meus amigos: O chefe do governo da Mota-Engil acaba de tentar desmentir a capa do Público de ho… http://bit.ly/bE1fMf […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.