Desde a visita "lava cerebros" pontifícia até aos glbt oficiais que discriminam sempre outros e mais no Vidas Alternativas

Neste dias a República Portuguesa está a passar, para uns, pelos seus dias mais felizes, mas para outros, pelos seus dias mais tristes em termos de laicidade do Estado.
Tudo isto por causa da visita do Papa Bento XVI a Portugal, um pontífice com pouco carisma, acossado pelos escândalos da pedofilia e que precisa de uma portentosa máquina publicitária, como não tiveram nenhum dos seus antecessores, só comparável à de um Estado com vocação estalinista, que pretende lavar o cérebro dos seus cidadãos, crentes ou não.
São certamente muitíssimo discutíveis os rios de dinheiro. Só em Ourém são 500 mil euros, que se gastam com esta visita numa altura em que se pedem sacrifícios aos mais pobres e até a quem sofre o desemprego.
Creio que a própria Igreja devia ter a grave noção disto, mas o tempo vai fazer as pessoas tomar consciência do facto.
Entretanto, em Lisboa e no Porto, 600 voluntários vão distribuir nos dias 11 e 14 de Maio 25 mil preservativos pela população, aproveitando os ajuntamentos por causa da visita do pontífice, numa operação iniciada no Facebook com milhares de aderentes, denominada “Preservativos ao Papa”.
Dia 17 de Maio é o Dia Internacional contra a Homofobia. Em Portugal, a Comissão pela Igualdade de Género vai celebrá-lo em sede própria. O deputado agora socialista Miguel Vale de Almeida, a Associação Ilga Portugal, a rede Ex aequo e a Associação de Pais ”Amplos”, todos se concertaram para excluir a Opus Gay das comemorações, o que é habitual e significativo da independência de que goza esta associação.
No Algarve, em Lagoa, nos dias 14 e 15 de Maio, vai desenrolar-se um interessante e inovatório festival hetero e gay friendly, Allove Festival, que a Opus tem patrocionado desde o inicio e onde vai estar presente.
Na escola Básica do 2º e 3º ciclos, de Fitares, Rio de Mouro, a homofobia campeia impune.
Foi a escola onde o professor de música Luís do Carmo se suicidou recentemente, atirando-se da ponte 25 de Abril por causa disso. Agora, é a vez de um professor da área das “Expressões” se queixar por não aguentar as provocações e bullying dos alunos nas aulas perante a indiferença total do Conselho Directivo. Meteu baixa e está psicologicamente afectado.

O Vidas Alternativas 215 começa com uma entrevista com Luís Mateus, militante laicista a propósito da visita do Papa. Depois passamos ao psicólogo clinico Pedro Frazão que nos fala do suicídio e das suas causas e razões.
Segue-se Margarida Faria da Associação “Amplos”, uma nova e interessante ONG que apoia pais quem tem filhos lgbt. Fazia falta entre nós.
Terminamos com Sandro Matos, jovem engenheiro químico e conhecido filatelista, que nos fala do seu hobby e da importância do selo na história de Portugal.
Estas semana temos nova newsletter.

Comments


  1. Caro António Serzedelo, é mesmo isso, uma lavagem ao cérebro dos que ainda têm algum resto de cérebro. Uma portentosa máquina publicitária, para tentar lavar os monstruosos crimes actuais e passados de uma tenebrosa, autocrática, fascista e absolutista organização, felizmente moribunda, quase cadavérica. Uma deseperada procura de alguns balões de oxigénio. Que triste e degradante o papel de Portugal!


  2. Vivemos nesta fase entre o “panem et circencis”,”pão e circo dos romanos, que é neste caso português entre o futebol e o Papa.Todos querem contabilizar o voto dito católico,desde o Presidente,que quer ser re eleito, ao 1ºMinistro.Na verdade o PAPA e “Jesus” servem para distrair o Povo dos problemas fundamentais que atravessamos.Isto interessa aos Poderes.Esta é uma grave operaçao de conservadorismo, e reaccionarionarismo,`a pala do valor das convicçoes religiosas.
    Escrevi mal a palavra suicidio,mas não consigo entrar na página e abri la para emendar.Peço desculpa aos leitores.

  3. maria monteiro says:

    Estou triste porque… cada dia que passa se ouve falar de mais uma loucura de gastos, de ofertas…. Jesus chegou num jumento, esteve sempre entre os simples, os pobres, os doentes, os outros. Neste fausto Ele nunca se encontrará e assim os outros também não O encontrarão… disso eu tenho a certeza
    Hoje passei por aqui só para dizer OLÁ e que tenham uma boa semana

  4. maria monteiro says:

    Hoje passei por aqui só para dizer OLÁ e que tenham uma boa semana e… ao António, ao Adão, e aos leitores um grande abraço maria


  5. Hoje, cada vez mais, a Igreja Catolica tornou se mais de César, do que de Deus


  6. Lindas, em vez de falarem pelas bichas em geral, olhem-se ao espelho. Eu cá sou Católica e com muito orgulho, independentemente de quais sejam as opiniões dos senhores padres sobre o bichedo. O António Serzedelo não aspire a ser papa dos veados que quer na missinha do Terreiro do Paço, quer em Fátima estava muito gay em acto de contrição e ajoelhado sem ser a fazer aquilo que costumam fazer nos glory holes.
    Que mania feia de tudo o que é tricha ser do BE, ateia e do gueto. Jesus!

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Desde a visita “lava cerebros” pontifícia, até aos glbt oficiais que discriminam sempre outros,e mais, no Vidas Al… http://bit.ly/aMQHrE […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.