Aventar no Douro

Foi bonita a festa, pá!

Uma parte do Aventar rumou ao Douro no passado fim-de-semana. O Luís foi de comboio e os restantes de automóvel. Todos foram recebidos pelo Douro em beleza. Esta terra de espantos que a labuta secular do homem e da  mulher transformou xisto em riqueza recebeu o Aventar de braços abertos. Agora só faltam as fotografias do nosso José Magalhães, a provar estas mal amanhadas palavras que escrevo.

A partida foi dada na Estação do Pinhão e estrada fora se passou por Valença do Douro, Castanheiro do Sul, Trevões, Paredes da Beira e se chegou a Vale de Penela, local de repasto. O Porco verdadeiro de lavrador criado livremente entre pomares e casas de lavoura foi servido aos comensais, regado por um Douro da Pesqueira e acompanhado por requeijão caseiro. Felizmente a ASAE não apareceu. A noite foi como a conversa, longa.

A verdade é uma, todos ficaram a saber que por estas terras durienses abunda a beleza e escasseia a rede de telemóvel, em especial a da Optimus (que antes era das melhores e hoje está abaixo de cão!).

Espero que o VW do nosso Ricardo tenha recuperado a genica e que o Pai do nosso Zé Mário esteja melhor. Obrigado a todos, foi um prazer receber o Aventar em Vale Penela e na nossa casa. Agora venham as fotos do JM!!!

Comments

  1. Luís Moreira says:

    Uma maravilha! Eu que pouco como carne deliciei-me com uma posta suculenta, o vinho ,redondo no final, encorpado de sabores, um portento, a companhia do melhor.O Douro rendido a nossos pés. É como digo, é para não mais esquecer.

  2. maria monteiro says:

    uma festa bonita no Douro, com pronúncia do norte e… papoilas a lembrar o Alentejo

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.