Ao cuidado da selecção nacional (de futebol)


Um país que tem músicos para isto, um país que depois de cair no mais liberal dos liberalismos soube levantar-se e votar no mais à esquerda que tinha, um país que mete o seu Geir Haarde (em português: de Cavaco a Sócrates), ex-governante responsável directo pela sua bancarrota em tribunal, um país assim não merece uma grande abada.

Só uma abadazita. Amanhã não passem dos 4 ou 5 sff.

Obrigado.

Deixar uma resposta