E depois do tango…

E depois do tango... … passando pelo cantar ao desafio, eis-nos chegados ao chá-chá-cháda.

Entretanto, alguém que faça o meu CV chegar ao governo, já que me parecendo fácil poupar mil milhões, mais facilmente chegaria aos 450 milhões.

E não, 450 milhões de impostos não cobrados não são perda de receita, como diz Teixeira dos Santos. Pelo contrário, constituem uma poupança de 900 milhões, contando com os 450 que não se gastam e com os outros 450 que ficam disponíveis para as pessoas.

(imagem primeiro publicada aqui)

Deixar uma resposta