A verdade sobre o orçamento geral do estado e a “ajuda” internacional

Comments


  1. O défice primário de Portugal (retirando pagamento de juros e obrigações dos contratos de financiamento) baixou bastante em 2011 e é, neste preciso momento, NEGATIVO. Ou seja, dito de forma simples: se deixarmos de pagar a dívida, ficamos sem défice. Isto é assim AGORA. Pelos números do próprio Vítor Gaspar, podíamos entrar, agora, em INCUMPRIMENTO da dívida sem falência dos serviços do Estado.

    Para o ano que vem, com estas medidas, já não será assim, pois o défice primário VAI AUMENTAR (está previsto no Orçamento, pelo próprio Vítor Gaspar). Estão a sabotar a nossa economia para não podermos reestruturar unilateralmente a dívida. Vítor Gaspar era adjunto do economista chefe do BCE, portanto dá para ver quem nos está a governar. Algum de vocês entregava voluntariamente a gestão das finanças da vossa casa ao banco a quem devem dinheiro?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.