Parlamentares do PCP e do BE estão bem uns para os outros

Calaceiros
Não passam de uns calaceiros que tudo fazem para não trabalhar.
Envergonham qualquer trabalhador digno desse nome.
Mas o Parlamento, quer estes senhores queiram quer não, vai estar a trabalhar, mesmo que falem, e falem, e falem, e falem.

Comments


  1. não me parece que o problema do parlamento seja a quantidade do trabalho. Eu por mim até os punha a trabalhar menos, faziam menos estragos…

  2. Nightwish says:

    Seria menos tempo para o parlamento nos roubar, mas você lá sabe…


  3. Como podiam os deputados da maioria deixar mal o seu chefe de fila, o 1º ministro? É uma monumental asneira mas noblesse oblige.
    Cumps


  4. Penso que haverá ironia no comentário de José Magalhães, aliás não podia ser outra coisa…

  5. Zé Povinho says:

    Com ou sem ironia, deixo aqui alguns factos:
    -Os deputados do BE e PCP foram (ou são, não tenho dados mais recentes) os, proporcionalmente, mais assíduos na Assembleia da República (http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1616197);
    – O BE e o PCP são os grupos políticos que apresentaram mais projectos de lei (sendo a Assembleia da República um órgão legislativo, isto é sinonimo de mais trabalho efectuado).

    Precisamos de mais calaceiros destes.

    post scriptum: curiosidade, os grupos políticos (PSD e CDS) que estão contra os feriados e tolerância de ponto (em nome do seu conceito de produtividade) foram os que mais faltaram e menos produziram na Assembleia de República. Life is a bitch!

  6. João says:

    Foram alguns destes “calaceiros” , que permitiram com a sua luta, que se possam dizer todos os disparates por alguém cuja inteligencia não consegue perceber o que foi explicado de forma clara pelos parlamentares do PCP e do BE e qual o sentido do que defendiam. Talvez na próxima o melhor seja fazerem desenhos, porque há quem tenha os ouvidos e os olhos obstruidos com laranjas. Há um ditado que diz ” Um burro carregado de livros é um doutor” pois eu digo que mesmo assim o burro continua a não saber ler.

  7. mortalha says:

    típico centrão… fazem de conta que trabalham muito para alemão ver mas quando se vê o resultado do trabalho apenas temos um monte de m*rda mal feito.

  8. MAGRIÇO says:

    Há ironias e provocações a tresandar a conservadorismo saloio e elitista, de resto perfeitamente legítimos. É o calcanhar de Aquiles da democracia: qualquer pacóvio pode morder a mão que o alimenta.

  9. Pentesiléia says:

    Tem razão, Magriço. Há quem tenha grande dificuldade em desembaraçar-se dos dogmas pidescos e apontem sempre os “suspeitos do costume” como os grandes responsáveis por todos os males do país. São os putativos representantes da “nossa melhor sociedade” que não se misturam com os plebeus da esquerda. E eu a julgar que este delírio só atacava a partir dos sessenta…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.