A greve da Agência Lusa

A Lusa suspendeu a distribuição de notícias.

Até Domingo é provável que veja os jornais, sobretudo na versão online, inundados de noticiário internacional, via agências estrangeiras. É que o nacional depende da Lusa, dado o sucessivo desinvestimento nas redacções, onde se passa mais tempo a transcrever a agência portuguesa que a investigar e fazer jornalismo.

Um bom tempo para meditarmos na crise da comunicação social.

Comments

  1. Boa! 🙂

  2. Miguel says:

    Agora sei pk de todas as notícias que leio de vários jornais parecem a mesma.

    Na realidade, parece-me que a lusa deve deixar de existir. Sem papa feita, talvez tenhamos jornais de qualidade.

    • Maquiavel says:

      Entäo usa os neurónios que tens e PENSA. Concluirás que, sem a Lusa, as “notícias” dos jornais teräo (ainda) pior qualidade… às vezes parece que já nem é um estagiário de jornalismo que escreve, mas sim a senhora da limpeza que faz um jeitinho, e mete a notícia “em estrangeiro” no Google Translate, e está a notícia dada!

      • Miguel says:

        Talvez seja por isso mesmo, por estarem habituados a receber as notícias dos outros que termos jornalismo fraco.

        Se eles tiverem de se mexer, talvez aprendam a fazer jornalismo. Porque para escrever notícias no word, até eu escrevo.

  3. Maquiavel says:

    Do Público “Não se conhecem ainda os números da adesão à greve”…
    … pois, a Lusa ainda näo lhes facultou a a notícia, né? 😀 😀 😀 😀 😀

  4. António says:

    Sem dúvida um ataque à democracia… pagar salários de cinco mil euros a jornalistas… só assim se consegue fazer uma paralisação de quatro dias!!

  5. Acusar sem fundamentação é como matar as palavras elas mesmo

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.