Não criem imposto sobre as lágrimas e a saudade

Pedro Marques, um enfermeiro português de 22 anos, emigra hoje para o Reino Unido, mas antes despediu-se, por carta, do Presidente da República e pediu-lhe para não criar “um imposto” sobre as lágrimas e sobre a saudade. “Permita-me chorar, odiar este país por minutos que sejam, por não me permitir viver no meu país, trabalhar no meu país e envelhecer no meu país (…)”, lê-se na carta.” (Público)

Sem comentários. Está tudo dito: o choro, o ódio é inevitável neste país. Viver, trabalhar e envelhecer não se quer em Portugal.

Boa sorte a todos os Pedros Marques e, já agora, a todos os que cá ficam…

Comments


  1. É pena que seja assim…
    País de m*rda!

  2. Miguel says:

    Boa sorte.

    Levem o bom nome de Portugal, talvez assim arranjem mais lugares para outros Portugueses.

  3. Fernando says:

    “Não criem imposto sobre as lágrimas e a saudade”

    Parem de dar ideias ao Coelho porra!

    • Maria do Céu Mota says:

      Fernando, tem razão!! Desta vez a ideia do imposto não foi minha, foi de Pedro Marques!! Livrei-me desta.
      Estava a pensar num post intitulado «Gaspar, rei mago Gaspar, não cries imposto por querermos apenas viver dignamente como ser humanos ».

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.