Vamos partir umas montras do BPI?

Penso que Fernando Ulrico não se importaria: “os gregos estão vivos, protestam com um bocadinho de mais veemência do que nós, partem umas montras, mas eles estão lá, estão vivos”. Não levem o homem a mal: foi fazer análises e acusou gorduras do Estado no sangue.

Comments


  1. Reblogged this on Azipod.

  2. Maquiavel says:

    “foi fazer análises e acusou gorduras do Estado no sangue!

    BRILHANTE!


  3. Provavelmente lamenta, acha que o limite é mesmo quando estiverem todos acabados. Até lá, vale tudo.

  4. Luis Freitas says:

    Que tal este povo retirar as suas contas do BPI a ver se ele aguenta.
    por mim é já amanhã.


  5. Aguenta!

  6. Anabela says:

    Se não formos vamos estar mortos em Março. Até porque começo a acreditar que Portugal está a ser um laboratório para testar políticas que não resultaram em Parte nenhuma do Mundo e quando tentáram esses países ficaram completamente destruídos.

  7. nuno says:

    A sorte dele é nao me cruzar na rua com ele.
    Porco . Partir nao mas decorar as montras dele com

Trackbacks


  1. […] também que não tenho vontade nenhuma de partir montras. Quer dizer, não é pela tarefa. Essa teria piada. Só que está frio e tenho medo de me […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.