À espera de Le Pen


dtlp

O centrão político – conservadores, liberais, social-democratas, trabalhistas – anda há mais de vinte anos a liberalizar os movimentos de capitais, a desregulamentar as actividades financeiras, a promover o “comércio livre”, menorizando as consequências resdistributivas destas opções. Andaram a promover a ideia de que o mundo é mais bem gerido pela “mão invisível” dos mercados do que pelos poderes democraticamente eleitos. De que é que precisam mais para perceber que este é o resultado da sua globalização: que Marine Le Pen vença as presidenciais francesas?

Facebook Ricardo Paes Mamede

Imagem via Financial Times

Comments

  1. joão lopes says:

    só vou pegar apenas num topico,no que ao trump diz respeito:o machismo;-quantas mulheres votaram nesta besta? ou pegando nas afirmações de alguem,estas mulheres votam com a vagina?e a le pen,é uma mulher,logo as mulheres vão votar na le pen por ser mulher ou ser fascista?eu sei que este comentario pode parecer machista,mas eu acho que as pessoas(homens ou mulheres) tem que começar a olhar-se para o espelho,antes de acusarem os outros de todas as torpezas e mais alguma.(nas redes sociais por exemplo)

  2. Rui Naldinho says:

    Sou um leitor e ouvinte de Ricardo Paes Mamede.
    No último programa da RTP3, ao falar-se na Web summit que está a decorrer em Lisboa, ele afirma sem grande entusiasmo, que sendo um bom evento, nomeadamente pelo impacto mediático que impõe no Turismo, e no impacto político que favorece os próprios agentes promotores, não é lícito que tudo o que dali sair seja propriamente bom. E deu o exemplo da UBER que nasceu financiado num destes eventos tecnológicos.
    Posteriormente falou-se na “Trilateral”, uma espécie de comissão privada de estadistas, financeiros, académicos, etc, que se reúnem habitualmente num fórum de discussão geral sobre os diversos temas mundiais. Vendo bem, a Trilateral acaba mais por ser um lobby poderoso de gente poderosa, nomeadamente na alta finança e no mundo dos negócios, que escolhe uns intentais bem posicionado na vida, por ex: Durão Barroso, Braga d Macedo e outros, conhecidos por serem fortemente mamões, seja em que teta Fir, o que é preciso é que dê “lê$te”, eles tentam interferir de forma supranacional na condução dos destinos políticos de vários Estados e Organizações Mundiais.

  3. Rui Naldinho says:

    Deve ler-se:
    Que escolhe uns intelectuais bem posicionados na vida…

  4. Manuel Santos says:

    Sr. João Mendes, não acha que, após esta Trumpalhada, é chegada a altura de começar a questionar a sua ‘esquerda’ pelo que anda a fazer por aqueles que não têm voz? A culpa é da globalização ou da vossa arrogância intelectual, do género ‘se não concordas comigo, és um um PAF ou porco fascista’? Admita que aqueles que não têm voz estão, se calhar, a ficar cansados das vossas certezas, das vossas verdades. Dou-lhe estes exemplos: quando é que vão ajudar aqueles que não têm voz a exigir que os nossos políticos deixem de bajular o governo angolano’? Quando é que vão ajudar aqueles que não têm voz a perguntar aos nossos políticos de onde vem o dinheiro angolano que compra empresas em Portugal? Quando é que explicam àqueles que não têm voz que não se pode falar do Obiang sem se falar também do José Eduardo dos Santos? Acha que são trumpices minhas? Olhe que não. Se calhar, a ‘Tra(u)mp’ chegou onde está agora porque a vossa arrogância intelectual desvalorizou, por isso, o que julgavam minudências. E vão ser agora aqueles que não têm voz a aturar os trump, as modelos-mulheres deles, os futebolistas, as madonnas, os bruce springsteengs e outros-merdas-‘políticos’-que-tais. E se entender responder-me, por favor, não me chame PAF ou porco fascista. É que sou apenas um daqueles que não têm voz…

    • Rui Naldinho says:

      Acha mesmo que Hilary Clinton é de esquerda?
      E Boris Johnson, antigo presidente da câmara de Londres, que apoiou o Brexit?
      E Theresa Mary May , primeira ministra inglesa?
      Que eu saiba, Portugal toda a direita estava com Clinton. Ou estarei a mentir?
      O que o Ricardo Paes Mamede quis dizer; João Mendes por concordar com ele, apenas pegou nas suas palavras, e transportou-as até aqui:
      Está ali escrita alguma mentira?

      Se não arrepiarmos caminho, nomeadamente pela forma como estamos a conduzir o processo de globalização, isto vai acabar mal.
      Ou acha que os 56 milhões de americanos que votaram em Trump, e não na Clinton, o fizeram por serem de direita? Ser calhar até é por que gostam de ser explorados?
      Trump é como a Nossa Senhora de Fátima. tipoQuando o desespero e a angustia tomam conta de nós, “só a fé é que nos salva”!
      E Marine Le Pen será igual. E outras virão. Quem sabe, um dia, venha de novo um rapaz de bigode de broxa, e cabelo escuro oleoso?
      Mas há-de chegar o tempo, em que a cura dos seus males não se verificará e aí eles tomarão consciência das suas opções.
      Até lá, os que estão bem, muitos deles continuarão bem, e os que estão mal assim permanecerão.

  5. Nascimento says:

    19H30M antena 2 tv5 Europa telejornal, Madame Le Pen deu uma cabazada ao nojo do jornaleiro que a entrevistou que só visto. O que os mérdia franceses fizeram e disseram foi de loucos e foi giro ver as baratas tontas como Juppé, Sarko , Holande ,Macron, etc a pronunciarem-se. Só visto. E é por isso que ela se arrisca a ganhar. E estas bestas aqui? Nas TVs é um nojo.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s