A estranha amnésia de Ferreira Leite e a aproximação a Santana Lopes

Manuela Ferreira Leite continua com uma estranha amnésia em redor da sua participação, como ministra das Finanças, no Governo liderado por Durão Barroso e agora na qualidade de presidente do PSD.

Como se não bastasse o anterior “sim” ao TGV, quando no Governo, e agora o “não” quando na oposição, traz-nos mais uma bela divergência pessoal de opiniões. A ministra das Finanças de outrora (como nos recorda Pedro Sales, no Arrastão) subscreveu uma lei de bases de política educativa onde apoiava a “lei da escolaridade obrigatória de 12 anos a começar a partir do ano lectivo 2005-2006 para os alunos que se inscrevam no primeiro ano do segundo ciclo do ensino básico”.

Passaram mais de cinco anos e Manuela Ferreira Leite parece ter esquecido essa assinatura. Na entrevista (ou terá sido uma conversa de velhos amigos da mercearia?) a Mário Crespo, a líder do PSD já dizia ser uma asneira implementar o aumento da escolaridade obrigatória até ao 12º ano. No Expresso, no seu habitual artigo, manifesta a ideia de que “o aumento de escolaridade para 12 anos ou até aos 18 anos é, infelizmente, mais fonte de preocupação do que regozijo”.

Por sinal, até concordo com a senhora, que até já foi ministra da Educação. Embora defenda que um dos poucos caminhos de Portugal para ser um país decente se faça através da educação e qualificação, esse percurso não se faz por decreto, por imposição ou dentro de uma fórmula de facilitismo e de uma espécie de “não vamos chumbar (agora diz-se “reter” mas eu sou da velha guarda) para não traumatizar estas jovens criaturas”.

O certo é que Manuela Ferreira Leite parece divagar num mar de contradições demasiado agitado para quem advoga uma “política de verdade” nos seus já famosos cartazes. É o TGV, é o 12º ano, é o dizer e desdizer em relação à política de alianças pós-eleitoral, é o sapo engolido por via da candidatura de Santana Lopes a Lisboa.

Começo a perceber que MFL começa a aproximar-se depressa do estilo PSL.

Comments

  1. Caty says:

    Manuela Ferreira Leite é uma boa candidata para MENTECAPTOS, tirem-me deste filme p.f.

  2. Luis Moreira says:

    O caminho é estreito vão encontrar-se muitas vezes.O Sócrates é que está convencido que tem razão e isso é o maior perigo!

Deixar uma resposta