“Quando a imprensa não fala, o povo é que não fala”

“Quando a imprensa não fala, o povo é que não fala. Não se cala a imprensa. Cala-se o povo”. A frase é do poeta e artista inglês William Blake. Foi dita no século XVIII mas podia ter sido dita hoje. Foi escrita por Blake mas confesso que gostava de a ter escrito / dito eu próprio. Por vezes dá-me inveja de frases que dizem tudo.

Assim, neste dia, quando se assinala o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, e quando, citando um relatório internacional, o Público diz que “a liberdade de imprensa no mundo diminuiu pelo sétimo ano consecutivo e é ameaçada pela crise económica global”, não me apetece dizer mais nada.

Pode ser que amanhã o mundo esteja melhor.

Comments

  1. rosarinho says:

    É por estas e por outras que considero os poetas mestres, clarividentes!


  2. Mas não! O mundo tem tendência a piorar. E a prova é este aventamento. Porque os grandes grupos económicos parecem culpados da liberdade de imprensa? Porque o são, obviamente. E esta notícia tem uma preciosidade: “a liberdade de imprensa no mundo diminuiu pelo sétimo ano consecutivo e é ameaçada pela crise económica global”. Ameaçada? Por quem? Pela falta de dinheiro dos consumidores, ou pela disciplina mais rígida dos grupos económicos que gerem a imprensa? Se calhar no Público não podem nem fazer a pergunta quando mais dar a resposta. Isso também quer dizer que na próxima retoma económica, a liberdade de imprensa será reposta ou inverterá o rumo. A ver vamos.

  3. Luis Moreira says:

    Corre na internet um alarme acerca de uma lei que está a ser discutida na UE para controlar o acesso à informação tal qual a conhecemos na internet,através de uma espécie de “box” como as que conhecemos para ter acesso aos canais de TV pagos.Por aqui se vê que a tendência será sempre no sentido do controlo não da liberdade!


  4. Claro que a imprensa tem dependências dos grupos económicos. A principal fonte de receita é a publicidade, convém não esquecer. Em todo o caso, a imprensa sempre esteve à frente da denúncia dos casos mais obscuros da sociedade. Muitos terão ficado por revelar, mas muitos outros o foram.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.