Bancos – a armadilha

O governo está a experimentar do veneno que criou.Ousou brincar aos banqueiros com o BCP, utilizou o dinheiro da GGD para obter condições accionistas que lhe permitiram controlar o banco e colocar lá os seus homens.Para isso, apoiou finos negócios de muitos milhões, em condições que nos vão custar muito caro como já se viu em alguns casos que vieram a público.Se tudo tivesse corrido bem, isto é, a dar lucros fabulosos, bem a coisa passaria despercebida, mas a coisa deu para o torto e o governo paga com “língua de palmo” a sua incompetência na matéria.Aplica-se aqui o velho aforismo “não vá o sapateiro além da chinela”! Ceguinho, inebriado com o seu novo papel de banqueiro ,antecipou-se a uma solução privada para o BPN sem perceber que estava “à beira do precípicio”.Já vai em 2 000 milhões e não sabe o que fazer ao buraco em que se meteu. Como nas corridas “de estafeta” os bancos vão passando para o governo ceguinho tudo o que seja prejuízo, que já não teve condições de se manter fora do vespereiro BPP, metendo lá muita “massa” e as garantias necessárias para convencer os verdadeiros banqueiros a envolverem-se na coisa! Agora, vem o “i” e dá-nos a notícia, ansiosamente escondida , que o governo ceguinho já tinha metido 200 milhões no banco Finansia.O pobre do Ministro das Finanças dá uma explicação “técnica”.Trata-se de apoiar a Tesouraria do banco!
Pois, transparente e tudo explicado!

Comments


  1. Está bem: os boys e os administradores ficam com os activos. O povo fica com os tóxicos.

  2. Luis Moreira says:

    Como é que se esconde uma operação destas da CGD a mando do governo?O que preocupa é que o governo foi tropeçando nos próprios pés e hoje não tem saída nenhuma em todos estes casos!

  3. maria monteiro says:

    e todos a nós, que pelo menos temos um banco na cozinha, ninguém nos vem apoiar a tesouraria


  4. Nem a tesouraria, nem a dispensa.

Deixar uma resposta