Apto para todo o serviço!

A primeira vez que fui inspeccionado fiquei todo feliz! O mancebo encontra-se apto para todo o serviço!
A família toda, à minha volta: quer dizer que és perfeitinho, que és novo, grande e forte. Inteligente, culto e bonito, diziam as minhas irmãs e a malta amiga (não dizia que era bonito, isso só aos olhos das minhas irmãs) tinha aquele ar de “é dos nossos, malta para a porrada, gajas, copos e noitadas.”
Ninguem me disse a verdade, aquele “apto para todo o serviço ” era o passaporte para a maior desgraça de “um mancebo”! Brutos, injustos, arbitrários, o pior que podia acontecer a uma alma jovem e bem formada!
Fiquei sem quatro anos da minha juventude, ingloriamente desgotoso com tudo e com todos, o que fazia que arranjasse problemas todos os dias. Deitei a “messe” abaixo com um jeep que não sabia guiar, mandei um sargento para o hospital com traumatismo craniano, e não fui parar à prisão porque o comandante achava que eu era competente a controlar as bombas de gasolina que davam milhares de contos ao quartel!
Melhor, passaram a dar com a minha gestão competente. Ninguem me gramava a não ser os subordinados a quem agradava a “rebaldaria”!
Lembrei-me disto tudo porque logo vou levar o carro “à inspecção”. O meu carro é novo e tem tudo no lugar, revisões a tempo, anda porreiramente, não pedi nada a ninguem, deixem-me andar.
Será que os gajos me vão ficar com o carro? Ou fico em trabalhos forçados? É que das outras vezes quem levava o carro à inspecção era o meu filho que agora arranjou uma namorada e já não tem tempo.Para o carro ou para o pai? E é isto, não consigo esquecer-me da primeira inspecção da minha desgraça! “Apto para todo o serviço” !

Comments

  1. carlos fonseca says:

    Luís, o texto é interessante e tem o mérito de transmitir aos mais novos aquilo a que estava destinada a juventude dos ‘sixty’s’. Mas também é por via dessa e de outras histórias que ainda somos jovens. Tomámos um elixir que não nos deixa envelhecer. Julgo ser impossível ser mais solidário contigo.

  2. Luis Moreira says:

    Carlos, por isso que dizes tudo valeu a pena. Só pensar que a malta nova se safou daquele inferno!

  3. Adalberto Mar says:

    «Brutos, injustos, arbitrários, o pior que podia acontecer a uma alma jovem e bem formada!Fiquei sem quatro anos da minha juventude, ingloriamente desgotoso com tudo e com todos, o que fazia que arranjasse problemas todos os dias.»(MORTE EM VENEZA, VERSÃO STRAIGHT HARD-CORE, BY STAND-UP-STRAIGHT-UP LOUIS VON AVELEDA!!!!Era tudo «injusto» para com ele…menos o «RESTO» com os «outros»!!!AHIIII AHII AHIIII LUISINHO!!

Deixar uma resposta