Gente jovem abandona paraíso socrático

Há cada vez mais gente jovem e qualificada a abandonar este país madrasto. A capacidade de atracção do país está em queda.

Já nem sequer conseguimos ser atractivos para os imigrantes que zarpam para outras paragens.

Estmos a perder população jovem, em idade activa, e isso é grave para o país, diz no Público a demógrafa Filomena Mendes. A degradação do mercado de trabalho é a principal razão diz a economista Natália Simões.

Entre os novos emigrantes há cada vez mais gente qualificada, e este é o fenómeno mais preocupante, porque são as pessoas com mais capacidade para promover o desenvolvimento económico. Simultâneamente não estamos a conseguir atrair gente.

Dada a melhoria das condições de vida dos países de leste esta imigração praticamente desapareceu, estando a regressar as origens tradicionais, os países de expressão portuguesa.

O nosso déficite demográfico era corrigido com esta gente jovem que agora nos abandona.

O lamaçal socrático em todo o seu esplendor!