RTP, a TV dos contribuintes…

“Entre indemnização compensatória (119,3 milhões de euros) e contribuição audiovisual (110,2 milhões de euros), o grupo RTP (que inclui a RTP televisão e a RDP rádio) irá receber do Estado, que é o mesmo que dizer dos portugueses, 229,5 milhões de euros, em 2009, mais 5,2 milhões de euros que em 2008, segundo parecer do Conselho de Opinião (CO) ao Plano de Actividades e Orçamento da estação pública para o próximo ano”…”Em oito anos (2001 a 2008), o grupo RTP recebeu em fundos públicos cerca de 1,9 mil milhões de euros. Durante este período, a empresa recebeu cerca de 900 milhões através da Indemnização Compensatória e 664 milhões em taxa de Contribuição Audiovisual. A este valor acrescentam-se dois aumentos de capital. De acordo com os números internos da RTP, a dívida da empresa será de 951,1 milhões de euros em 2009″.|

Durante o fim-de-semana li um artigo de opinião sobre o quanto nos custa a RTP. Por azar, ando desde ontem a tentar lembrar-me onde raio o li. No Blasfémias, o Gabriel escreveu sobre o tema (AQUI). Quanto mais tempo passa mais me convenço da necessidade de privatizar a RTP1, a Antena1 e a Antena3. Nada justifica a sua continuação e, pelo caminho, autorizar os privados a criar canais regionais (tal como nos países civilizados do mundo ocidental). O meu dinheiro, os meus impostos, a serem gastos desta maneira? Estão a brincar com coisas sérias!

A quem interessa semelhante desbaratar de dinheiros públicos???

Comments

  1. Luis Moreira says:

    É para poderem pagar salários milionários a pivots e jornalistas. Se não quiserem largar mão das estações ao menos a RTP1 e 2 e as rádios, não podem custar mais que as estações privadas. Claro ,que há aqui um serviço muito importante que o Estado deve pagar (mas podia ser feito através das privadas) que é o serviço internacional.É um sorvedouro de dinheiros públicos. É assim há trinta anos!