Um novo partido morto

Apareceu agora em forma de novo o “velho Pro vida” !

Está contra o aborto, contra o preservativo, contra os casamentos entre homossexuais, contra a eutanásia, não será este o tal “Partido do contra” de que ouvi aqui falar?

O que me chateia é que para eles serem “pro vida” eu terei que ser “pro morte” o que é uma coisa longe da verdade, eu não penso como eles porque estou convencido que o que defendo é a bem das pessoas e das suas vidas.

Ser pro vida é ser a favor das pessoas e da vida? Nem por sombras e não vale a pena relembrar os argumentos que já foram esgrimidos e que são maioritários na sociedade.

O nome que utilizam é discriminatório e injusto, porque coloca os seus mentores no lado da vida e, os que não pensam como eles no outro lado, que é um lado onde ninguem quer estar. O lado da morte!

Se um aborto não se faz em condições sanitárias e médicas e morre a mãe, é pro vida ?

A eutanásia que apenas apressa a vinda “da maldita” e evita tanto sofrimento, é pro morte?

Eu não gosto do nome destes senhores e senhoras, acho mesmo que é contra a constituição .Não podem catalogar-me pelas minhas ideias, atirando-me para o inferno.

Estas senhoras têm “papel passado” por Deus para decidirem o que é vida e o que é morte?

Comments

  1. maria monteiro says:

    São especialistas em “ressuscitarem” segundo as conveniências….

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.