Gente Burra

Voz – Diga nomes de países da América do Sul.

Cátia – América do Sul não sei, voz, por acaso não sei.

Voz – Nem um?

Cátia – Hummm… (longa pausa)… áfrica? não sei.

Oh Cátia, qualquer dia acabas o 12º nas novas oportunidades…

Comments


  1. É claro que a coisinha não sabe nada de nada! Como é que podia ter aprendido uma coisa dessas se eles agora na Escola nem aprendem Tabuada nem a fazer contas, pois a Maquina de calcular faz tudo, não lêem a lição na Escola nem aprendem História, não sabem dividir orações
    porque Gramática não existe na Nova Escola(e até tenho dúvidas se os professores sabem alguma coisa disso) e escrever em português ai que miséria!
    Se tivessem feito a 4ª. classe como eu à 68 anos aí tinham aprendido,mas agora não passam todos e depois temos Doutores a falar na televisão e outros a escrever nos jornais em que não fazem o enquadramento das frases exactamente por não terem aprendido gramática.
    Agora escrevem Brasilês como eles lá falam mas não escrevem nem coisa parecida!
    Que grande tristeza que eu sinto em tudo isto!!!!!!!!!

    • artur says:

      Acho que não se trata de escolaridade, trata-se mesmo de ignoraria. Sou muito mais novo que o Sr. Vicente (entrei para a primária em 1975) e não foi lá que aprendi a localização geográfica dos países, muito menos aprendi história na primária. Ignorância sempre houve e sempre haverá, independentemente do sistema de ensino. Não aprendem umas coisas, mas aprendem outras, que os os governantes e técnicos de educação acham melhor e mais adequado, mas sempre existirá alguém que não sabe qual a capital de Portugal.

  2. MAGRIÇO says:

    Tem razão, caro Vidigal! As escolas agora preparam medíocres com canudo para depois serem governantes.

  3. Oliveira says:

    Excepção há regra, qualquer pessoa com o mínimo de cultura geral sabe um pais da América do sul, não precisa de apreender na escola.
    A verdade é que o nosso sistema de ensino é pouco agilizado e não vai ao encontro da real necessidades do nosso pai, vai sim ao encontro de que quer seguir uma licenciatura e nada mais, passo a explicar.
    Seria um ensino actualizado aquele que forma-se pessoas desde o 9 ano ou mais cedo, um uma profissão específica, tal como um curso técnico, de forma que ao acabar o 12 anos tivesse uma carteira profissional, porque doutores e engenheiro já existem muitos, e sem mão de obra qualificada não vamos a lado nenhum.
    Tudo isto para dizer que as pessoas com o 12 ano pelas novas oportunidades como eu, não são do nível de ignorância da Sra. Catia, são pessoas que não tiveram oportunidade de continuar a estudar.