Ainda não é desta, Belzebu


belzebu

Nem vale a pena perder tempo com os profetas da desgraça, que, tal como haviam feito quando o alarme das sanções soou pela primeira vez, em resultado do não atingimento das metas do défice que o (des)governo Passos/Portas a todos proporcionou em 2015, voltaram a espetar-se violentamente contra uma parede de betão. Não só não vale a pena, como é muito divertido assistir aos números de circo com que alguns fanáticos da direita radical nos vão presenteando, dia após dia, enquanto as suas organizações partidárias predilectas se vão afundando em sucessivas sondagens. Depois de quatro anos e meio de governação danosa e doses industriais de propaganda, entreter-nos com exercícios de palermice e figuras tristes é o mínimo que podem fazer. 

Durante semanas, meses, era ouvi-los anunciar mais uma vinda de Belzebu. Vinham aí as sanções, milhões de fundos comunitários seriam congelados, a Geringonça era a encarnação do mal e o Inverno estava a chegar. Entretanto, no mundo real que teima em não reproduzir o conto de crianças que a direita caduca e o seu exército mediático insistem em contar, estamos a poucas horas da confirmação oficial daquilo que já todos esperávamos: não haverá qualquer sanção para Portugal. Zero. Nicles. Resta-lhes a ressabia.

Primeiro foi o Parlamento Europeu, que na passada semana assumiu uma posição contrária à aplicação de sanções a Portugal. Amanhã será a vez da Comissão Europeia encerrar a polémica. A decisão, avança o DN, apoia-se na “evolução do atual contexto económico e orçamental em Portugal“. A ironia do geringoncismo em todo o seu esplendor. Resta saber qual a próxima catástrofe a ser anunciada. O Diabo está impaciente, coitado. Isto de o estarem sempre a importunar para nada é uma grande maçada.

Belzebu@Balls of Steel Wikia

Comments

  1. José Peralta says:

    Parafraseando, e concordando com João Mendes :

    “Nem vale a pena perder tempo com os profetas da desgraça, que, tal como haviam feito quando o alarme das sanções soou pela primeira vez, em resultado do não atingimento das metas do défice que o (des)governo Passos/Portas a todos proporcionou em 2015, voltaram a espetar-se violentamente contra uma parede de betão”.

    No noticiário das 7 da manhã de hoje na Antena 1, ouvi que um militante do PSD, que não identificaram, mas certamente conhecido, para ser contactado pela Rádio, declarou que estas notícias da União Europeia e do INE, foram recebidas no Partido “como meteoritos” !

    Revelador de como os “profetas da desgraça” pafiosos, encaram os frágeis, mas encorajadores sucessos do Governo ! Para os “profetas”, são meteoritos a chocarem contra as suas “profecias”…e contra o seu partido “todo quebrado, todo em cacos”…

    Só que, desta vez…não estão enganados nas “profecias” !!!!

    • joão lopes says:

      7 da manhã????!!!!! impressionante.já agora,os senhores deputados do psd que só representam o psd e não Portugal,podem dizer o que bem entenderem,ate porque no psd não há direito a contraditorio.

  2. ZE LOPES says:

    É caso para dizer: ontem foi mais um dia montenegro para os páfios. Até os coelhos baixaram as cristas.

  3. é difícil ser portuga.... says:

    Anda por aí muita virose…

    1 – Surtos de Mixomatose e de Doença Hemorrágica Viral

    A Mixomatose é uma doença infetocontagiosa que afeta os coelhos e é causada por um poxvírus, que pode ser transmitido por contacto direto, através do contacto com coelhos doentes, mas principalmente através de vetores artrópodes (como por exemplo, mosquitos, pulgas, carraças ou piolhos). Estes insetos que se alimentam de sangue podem manter o vírus ativo durante meses e disseminar facilmente a doença.

    Os sinais típicos da doença são edemas generalizados, principalmente em redor da cabeça (olhos e orelhas), disseminando-se rapidamente por todo o corpo, principalmente no ânus e órgãos genitais. A doença é muitas vezes fatal.

Trackbacks

  1. […] A narrativa dos catastrofistas esgotou-se e não tem hoje qualquer adesão à realidade, apesar do espaço mediático que ocupa. O défice está controlado, os números mais recentes sobre o crescimento económico superam as expectativas do próprio governo e até há empresas alemãs a defender o investimento na economia portuguesa. O único fim que parece estar próximo é o do passismo, seja lá isso o que for. Restam-lhes as declarações de rendimentos da nova administração da CGD, a última coca-cola no deserto de ideias em que se encontram perdidos. A imprensa amiga bem tenta dar uma mão, mas mesmo assim a coisa não está fácil. E o raio do Diabo teima em não aparecer. […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s