CGD – Oportunidade de emprego


cgd demissão antónio domingues

Boas notícias para a direita, que galopou este caso, e para o(s) futuro(s)  administrador(es) a nomear. Enviar CV para emprego@portugal.gov.pt.

(via Filipe Caetano)

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Este caso nasceu torto. Nasceu da irresponsabilidade de um governante que prometeu o que não podia dar, e da forma como a oposição geriu este caso. Mas eu da oposição não espero outra coisa que não obstrução, face ao deserto de ideias que a direita tem apresentado. Mas aí, cada um escolhe o seu papel.
    A mim, o que me preocupa é falta de escrúpulos de certas elites que continuam a achar que para eles as regras não existem.

  2. Pablo says:

    Parabéns Bloco , se esta merda correr mal e o banco público for ao ar ficas bem na fotografia de família.

  3. José says:

    Grande Antonio Domingues! Fez finalmente aquilo que há muito deveria ter feito … Em bom português cagou-se : para os que lhe prometeram o que não lhe poderiam garantir … Para os deputados que votaram uma lei para ultrapassar o tribunal constitucional e para todos aqueles que prometiam infernizar-lhe a vida caso continuasse tivesse ou não apresentado as declarações de património . Passaria no futuro pelos seguintes episódios :ter estado em reuniões quando ainda não tinha formalmente aceite o lugar, ao episódio já ensaiado do vencimento muito elevado e sabe-se lá a que coisas mais o PSD o CDS e o Bloco e quando conveniente os outros partidos lhe preparariam ..É que o homem não é muito alinhado com a Malta da política que nos governa ou que está na oposição e meus senhores nem sequer deve ser muito do politicamente correcto …tem pois toda a minha simpatia . Quanto ao futuro da Caixa prevê-se obviamente um regresso ao esquema do passado A nomeação de um senhor mais político. Mesmo que seja uma nulidade na banca ( a aceitação pela UE e BCE pode ser arranjada….) e um salário a condizer com o de ministro ou secretário de estado será suficiente ( eu sei ..é pouco mas é um investimento muito bem remunerado .. Basta atentar no histórico e nalguns exemplos Mexia , Catroga, aquele rapaz do PC que esteve na economia e mais recentemente aquele Sr secretário de estado que está avender o Novo Banco..já agora alguém contestou o vencimento deste senhor? Nem a Martins nem a Mortagua nem o Coelho nem ninguém…É assim parcos salários que em poucos anos geram interessantes fortunas,,
    E não saímos disto..continua a badalhoquice!

  4. Pablo says:

    Parabéns ao bloco por pôr o ministro e o secretário de estado das finanças e por extensão em dificuldades e na mira da direita . A irresponsabilidade e voluntarismo desta pequena burguesia é congênita.

    • ZE LOPES says:

      Realmente, isto não se faz. É uma irresponsabilidade não saber reconhecer que a vanguarda da classe operária se deslocou lá para os lados do Palácio Ratton.

  5. ZE LOPES says:

    Já telefonei, fui prontaemente selecionado, mas demiti-me logo a seguir (não foi revelado publicamente para não inquietar os mercados e as agências de “rating”). Queriam que declarasse até que animais domésticos possuía! Toda a gente ficaria a saber da Ricardina, a minha querida tarântula! Um horror!

  6. A. Cabral says:

    Teremos de concluir que se tratou da primeira vitória da estratégia de guerrilha conduzida pelo PSD de Passos Coelho. Foi uma vitória sem grandes objectivos, que apenas visou infligir prejuízos ao governo, pouco importando a dimensão dos prejuízos para o país. Passos sempre teve como objectivo a privatização da CGD, durante o seu governo não se cansou de lançar farpas aos resultados do banco público, muito dificilmente o banco sobreviveria a um segundo governo da direita. Não admira a histeria de Passos em relação a tudo que se relacionasse com a Caixa, o objectivo claro era a desestabilização da instituição e um boicote sistemático a qualquer solução, seja no plano da administração ou da recapitalização. Diria que na cabeça de Passos a CGD já estava vendida a alguém e luta desesperadamente contra a sua sobrevivência.

    • martinhopm says:

      A. Cabral, concordo com o seu oportuno e lúcido comentário. Diz tudo. Mais palavras para quê?! O Africanista de Massamá é um artista português! Se os ‘media’ não teimassem em o trazer ao colo, de há muito que se teria eclipsado. Sem o amparo dos ‘media’ ,já se teria estatelado ao comprido. É um morto-vivo. Nem com a ajuda do inefável Montenegro o homem consegue. Tal o hábito, em curvar-se no beija-mão..
      , .

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s