"Magalhães" na Feira da Ladra

Os resultados estão aí ! A primeira geração do “Magalhães”, obsoleto devido ao elevado aproveitamento dos nossos alunos que trabalham já com a segunda geração, estão a atingir a população mais desprotegida (atingir no sentido de chegar, não de acertar na tola de um qualquer gajo). Vendem-se por 150,00 euros na Feira da Ladra. Como sabem, é feira da ladra por ali se ter recebido, no passado, os artigos roubados, o que não é o caso no presente.
Assim, numa prova de grande dinamismo, pode comprar a maravilha da tecnologia de ponta construída em Portugal, ao mesmo tempo que o ferro de engomar a carvão, tecnologia em desuso, mas que com a eficácia deste governo pode estar aí a salvar-nos da crise! As famílias que estão a vender a primeira geração do “Magalhães”, não querendo dar a cara, dizem-nos que não têm espaço em casa para terem dois computadores porque o filho mais velho está desempregado e voltou para casa dos pais.
Mas todos dominam o “Magalhães” e lá em casa é uma alegria contínua. Com os 150,00 euros, conseguiram pagar o spread que o banco lhes exigiu face à baixa da taxa de juro! Andem depressa que o artigo está a esgotar-se!

Deixar uma resposta