CDS – O Paulo e o Nuno

O Nuno e o Paulo, ou o Paulo e o Nuno, já que aquele é que faz as despesas da campanha lá andam de feira em feira. Desta vez em Oliveira de Azeméis. Um empresário zeloso mandou parar a fábrica e juntou os trabalhadores em plenário para poderem ouvir os democratas cristãos, que juraram a pés juntos estar a favor das PMEs e contra os bancos das fraudes.
Nuno Melo não distribui propaganda, antes uns beijos e uns abraços pouco à vontade. Paulo Portas beija uma senhora que diz que sempre gostou muito dele mas não se lembra do nome. Dedicam a manhã à segurança e a tarde ao desemprego ! Estão a chegar a Aveiro terra acolhedora para as suas cores. Jaime Cortesão, do largo da minha adolescência, olha-os enigmático!

Deixar uma resposta