O "beijo" de Passos Coelho

Passos Coelho saiu do remanso do seu “fare niente” em termos partidários para ir dar o “beijo de Judas” a Rangel.
Juntou a vítima com as televisões e ali osculou o PSD garantindo que não pode haver outro resultado que não ganhar as eleições.
Como mais tarde Ferreira Leite sublinhou, “outro resultado que não ganhar” não existe em Democracia.
Há ganhar, perder e empatar!
Só não perde quem, como Passos Coelho, nunca foi a eleições nacionais. Foi sempre eleito em listas com um cabeça de lista de um partido que lhe garantia um lugar de deputado bem remunerado. Se lá não estivesse era igual, os votos seriam os mesmos.
Mas o mais terrível disto tudo é o que este homem, que até parecia ser uma alternativa de políticas no PSD, pensa dos eleitores. Julgará ele que ganhou um voto que seja ? Que alguem apreciou a “filha de putice”? Que alguem se esquecerá do que é capaz de fazer? Mesmo que venha a ser secretário-geral do PSD?
Só há duas espécies de pessoas que alcançam os cumes. As que rastejam e as que voam!
Passos Coelho já escolheu!

Comments


  1. Falta saber é quem ficou com as 30 moedas de prata. Talvez dentro de semanas haja resposta.

  2. Luis Moreira says:

    É mesmo, aquilo incomodou-me muito !

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.