Priscilla, Queen of the desert

Pelas razões óbvias, este é o filme ideal para a silly season, o que quer que isso seja. E também porque não tarda nada, as “questões fracturantes” voltarão a estar na agenda política. Tenho a certeza que este filme elucida mais e melhor o mundo homofóbico que qualquer palestra séria e entediante. Além de tudo isto, o filme é mesmo bom e raramente encontro alguém que o tenha visto. Este é verdadeiramente um filme de homens; Terrence Stamp, Guy Pearce e Hugo Weaving, grande guarda-roupa, uma recordação inesquecível dos Abba e truques com bolas de ping-pong. A não perder, apesar de já ter sido editado há uns anos atrás. Fica a sugestão.

Comments


  1. O Miguel Vale de Almeida quer é “gaijas”!……Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas…

  2. isac says:

    quem?!? não conheço.

  3. dalby says:

    Já vi este belissimo filme 3 vezes….e só pela Bella Austrália vale a pena,,mas há melhores..mas é já um clássico e um ícone da Austráila Pos moderna

  4. Carla Romualdo says:

    muito divertido e os actores são fantásticos, mas não aconselhável a machos recalcitrantes.

  5. isac says:

    a sugestão é para todos, especialmente os “machos recalcitrantes”. Vou adoptar esta expressão, com a devida vénia…

  6. Carla Romualdo says:

    Sem vénias, não sei de quem será a autoria mas minha não é.Duvido que eles aceitem a sugestão, estão demasiado ocupados

Deixar uma resposta