Liberta-me: Movimento de libertação dos cães

 

 Liberta-me é um movimento aque apela à libertação dos cães que vivem acorrentados, num curto espaço, durante uma vida inteira. É seu o texto que se segue.

Em Portugal, são milhares e milhares os cães condenados a prisão perpétua, sem que tenham cometido nenhum crime. São mantidos acorrentados uma vida inteira: um castigo pior do que a morte para estes animais.

Por todo o país, são demasiados os cães que sofrem em silêncio. Sofrem em silêncio, porque muitas pessoas desconhecem o sofrimento dos animais acorrentados, outras pessoas não se importam e outras simplesmente não se querem “intrometer”.

Muitos animais não têm sequer um abrigo, outros dormem dentro de um bidão ou de uma casota que mal os protege da chuva e das temperaturas extremas. Sentam-se sobre a lama ou sobre o cimento gelado, muitas vezes não têm sequer água fresca à disposição e raramente têm atenção.

Quase nenhum destes cães conhece outra vida que não estar amarrado a uma corrente. Quase nenhum destes cães sabe o que é passear, o que é correr atrás de uma bola, nem muito menos o que é ser acarinhado.

Acorrentados pelo pescoço, estes animais não vivem, limitam-se a existir. Existem sem respeito, sem carinho, sem exercício, sem interacção social e, muitas vezes, sem os cuidados alimentares e higiénicos mais básicos. À medida que os dias se vão transformando em semanas, as semanas em meses e os meses em anos, a maioria destes cães deita-se, senta-se, dorme, come, bebe, urina e defeca dentro do mesmo raio de dois metros..

 

 

ANIMAIS PARA ADOPÇÃO VIVANIMAL (Rio Tinto) – Contacto: 220938380

Ninhada de gatos com cerca de 3 meses. A mais crescida, a Flor, está esterilizada, vacinada e desparasitada. A opacidade da cornea é uma consequência de infecção virica quando era bebé, porque não foi tratada atempadamente.

BICHANOS DO PORTO (Porto). Contacto: 917512323

Paris, 5 meses. Daniela,cadela arraçada de Labrador. Magali, 4 meses, vacinada e desparasitada.

 

Comments

  1. maria monteiro says:

    nunca tinha visto dessa forma…. aqui no Bairro da Encarnação/Lisboa (a habitação é formada por pequenas vivendas com quintal) a maior parte dos cães estão acorrentados

Deixar uma resposta