Nos 10 anos da morte de Melo Antunes

TEXTO DE VASCO LOURENÇO

 

Foi já há dez anos que o Ernesto Melo Antunes nos deixou.

 

Um grupo de amigos decidiu organizar-lhe uma homenagem, a que a Associação 25 de Abril aderiu, constituindo-se parte integrante na comissão organizadora da mesma.

 

Pretende-se evocar o seu exemplo de Liberdade e Consciência Cívica e, para isso, organizar-se-ão alguns eventos de que futuramente vos daremos informação.

 

Podemos adiantar, desde já, que a 27 e 28 de Novembro de 2009 se realizará um fórum nas instalações da Fundação Calouste Gulbenkian. Igualmente está em preparação uma biografia, da responsabilidade da historiadora Maria Inácia Rezola.

 

Foi, entretanto, produzido um programa pelo jornalista Mário Figueiredo para a RTP Memória, com uma entrevista a Joana Melo Antunes, Manuela Cruzeiro e Vasco Lourenço, que será transmitida nos próximos dias 23 e 24 de Outubro, respectivamente às 22h30 e às 08h30.

 

Sugerimos que não percam essa emissão, pois nela serão passadas duas significativas intervenções de Melo Antunes, nomeadamente a que o marcou para o resto da vida, quando em 25 de Novembro de 1975 defendeu que o PCP não podia ser excluído da construção da democracia em Portugal.

 

 

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.