Mais modernidades: Tudo pelo lucro, nada pelo roubo

Ao que parece estamos em crise, certo?

Como é que se explica que uma empresa que vende bens de primeira necessidade aos portugueses, nomeadamente à classe média e média baixa, consegue aumentar os lucros desta maneira. Repito – aumentar os lucros… Até manter seria vergonhoso… agora aumentar?!!

 

Sim, eu sei, eu é que vejo o mundo ao contrário

 

 

Comments


  1. O lucro, meu caro, quando bem utilizado, são os postos de trabalho de amanhã. Mas olha que a jerónimo Martins tem concorrência, agora a GALP, A REN, que vendem ao preço que querem, isso é que escandaloso.