Os estudantes tambem querem…

Proprinas nem vê-las, bolsas cheias e para todos. Cantinas, serviços sociais, tudo à borla que alguem terá que pagar.

 

Estes alunos do ensino superior que vão tirar cursos que depois lhes asseguram um rendimento muito superior a muitos dos contribuintes que lhes pagam as proprinas, reagem  ao fartar vilanagem em que se tornou o país. Tudo mama, porque não hei-de mamar tambem?

 

Todos deviam pagar, conforme as suas possibilidades, presentes e futuras, sendo que ninguem pode deixar de estudar por razões económicas. Um empréstimo bancário, avaliado pelo Estado e pago durante a vida profissional é uma medida justa.

 

Pessoalmente, não teria tido nenhuma dificuldade em pagar as proprinas ao meu filho, que cursou Arquitectura na Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa e como eu a maioria dos pais não têm dificuldade em pagar as proprinas. Sabemos bem que, por enquanto, a maioria dos pais dos alunos universitários continuam a ser economicamente privilegiados.

 

Reafirmo, com exclusão dos que não podem, todos deviam pagar. É inaceitável que num país onde as diferenças salariais entre os que têm cursos superiores e os que não têm, é abissal, se apoie financeiramente quem não precisa e quem em alguma fase da sua vida vai ganhar muito acima do contribuinte médio.

 

Que ninguem deixe de estudar por razões económicas! Que ninguem deixe de pagar se o puder fazer!

Comments

  1. jkts says:

    Caro Luis, não fale do que não sabe. Essa da maioria dos pais terem possibilidades económicas para pagar as propinas aos filhos não é bem assim. E, hoje em dia, um curso superior vale pouco ou nada.Parece – me que o senhor é de outro tempo, do tempo em que um lic. ganhava dinheiro.  A maioria dos jovens lic. ganha o ordenado minimo.  E não se esqueça que a grande maioria das faculdades não exigem nada aos alunos, acabando por lhes oferecer os diplomas sem nada saberem!Por essas e por outras é que hoje em dia um jovem lic. ganha o mesmo do que uma pessoa sem qualificações.

  2. jkts says:

    Resumindo: – Quase que obrigatoriedade de curso superior para obter emprego digno;- Ensino em que todos passam (da primária ao ultimo ano do curso superior);- Bolsas para todos;- Faculdades privadas (que vendem os cursos);- Economia estagnada;- Estado gordo, corrupto de cunhas;RESULTADO: Toda a população fica com curso superior e, de acordo lá com a lei da oferta e da procura, vão trabalhar (salvo um ou outro) para os Continentes, para a construção civil, ingressam nas forças de segurança (PSP, GNR), vão para o exercito, etc.Não vão ganhar o dinheiro que vc e os da sua geração ganham.Bem, muitos imigram!


  3. É capaz de ter alguma razão, mas os que vierem a ganhar devm pagar…


  4. Nem por sombras, o facto de ser ter um curso superior é, na maioria dos casos, razão para ganharem muito mais…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.