O país iô-iô

Impostos sobem, impostos não sobem. Não basta estar deprimido, com a criminalidade em alta e a justiça em baixa, agora temos também o país iô-iô.

 

Há uns anos, Jorge Palma cantava "Ai, Portugal, Portugal, de que é que estás à espera?".

 

Talvez a resposta seja: "De um milagre".