Ó Passos, vamos lá ver se a gente se entende

PPC CS

É natural que haja quem por vezes se esqueça que Cavaco Silva ainda é presidente. O próprio Cavaco, que ao que tudo indica ainda é presidente, parece esquecer-se, ele próprio, do lugar que ocupa. Seja quando trata o PCP e o BE como partidos à margem do sistema, como se de fascistas como aqueles que Cavaco tanto apreciava e que inclusive condecorou se tratassem, seja quando procura sossegar os portugueses afirmando que determinado banco está sólido apesar de em processo de desagregação, seja quando tem declarações infelizes sobre os seus fartos rendimentos serem insuficientes para pagar as contas que não tem, que mais tarde procura negar, seja quando protege larápios no seu Conselho de Estado, seja quando abandona o país a meio de crises políticas para ir passear para as ilhas, para apreciar cagarras ou tecer considerações marotas sobre frutos com formas fálicas. Perante tudo isto e muito mais, que não me pretendo alongar muito, não acha o senhor deputado normal que alguns de nós se esqueçam que o homem ainda é presidente? Pena não nos podermos esquecer todos, fazer de conta que ele não existe. O que vale é que, perto do fim, lá começou a ser capaz de se autocriticar. Largos dias tem a longa noite cavaquista.

Comments


  1. A oportunidade de dizer mal do Cavaco tem os dias contados, convem aproveitar a gora .Aainda vai fazer muita falta ter esse recurso, para compor um prosa de coisa nenhuma.

    • Nightwish says:

      Não faz mal, a seguir temos o papagaio que não vai diferir muito.

    • José Peralta says:

      cristof9

      Dizer o que a múmia EFECTIVAMENTE É, não é dizer mal, é só dizer a verdade, mesmo que isso “incomode” os admiradores de um tipo desprezível, um erro de “casting” que só envergonha um País !

      O texto de João Mendes, o que faz é dizer algumas verdades, só algumas, das mais recentes do extenso ról de patacoadas, imbecilidades, de um batráquio, por alcunha “presidente”, as quais, cada uma é sempre, (“depois de cada queda…coice !”) pior que a precedente !

      Um tipo que é tão estúpido que é capaz de negar o que diz, (tal qual essa besta do aldrabão-mór coelho !) como o caso dos “1300 euros de reforma “, “da solidez do bes”, das acções de favor do BPN”, da inventona da maquinação nos computadores de Belém, quando na sociedade de informação global, tudo está arquivado em vídeos, televisões, em jornais, na Rádio, e podem, na hora, desmenti-lo ! Um tipo que vai anilhar cagarras quando o país vivia a crise do irrAvogável, ou admirar o sorriso de felicidade das vaquinhas, enquanto os portugueses vivem na infelicidade da fome, do desemprego, da emigração forçada, da desestabilização das famílias, etc.! Um tipo ignominioso, vingativo, raivoso, cuja recordação vai perdurar pelas piores razões ,durante muito e muito tempo, e também no anedotário nacional ! E que, para acabar sem o mínimo de dignidade, que nunca teve no exercício do cargo de “primeiro magistrado da Nação” que abastardou,, ainda faz um ridículo, insultuoso e humorístico leilão de medalhas, “quem dá mais, quem dá mais”, para sousas laras, e quejandos, banalizando condecorações e “ordens” que por não serem “honrosas” o que deviam era serem “de despejo”…

      “Fazer muita falta” ? Vamos ter MUITA COISA, para compor crónicas sobre mediocridade, que o mesmo é dizer sobre esta “COISA” nenhuma !

  2. Ana A. says:

    O cargo de PR precisa de ser dignificado, não só pela conduta do próprio, mas também, pela possibilidade que o país terá que possuir para o exonerar se tal conduta não for a condicente com o cargo. Acho que se endeusa demais o cargo!