Donald Trump e o Acordo Ortográfico de 1990


trashiest

© F.M.Valada (Washington Square Park, 4/11/2016)

Hablo de estructura como podríamos decir la estructura de esta mesa o de esta taza; es una palabra que me parece un poco más rica y más amplia que la palabra forma porque estructura tiene además algo de intencional: la forma puede ser algo dado por la naturaleza y una estructura supone una inteligencia y una voluntad que organizan algo para articularlo y darle una estructura..

— Julio Cortázar, “Clases de literatura – Berkeley, 1980

[P]sychological laws for Husserl express causally determined, exceptionless, connections in successions of events, stated with respect to an idealization similar to Chomsky’s ideal speaker.

— Jerrold J. Katz, “Language & Other Abstract Objects

Have you read Tom Wolfe’s book?

It’s so uninformed and distorted that it hardly rises to the level of meeting a laugh test.

Noam Chomsky

***

Há cerca de dois dias, algures no Rockefeller Center, assisti a uma entrevista concedida por Anthony Scaramucci e fiquei a saber que  vários economistas, entre os quais oito vencedores do Nobel, assinaram uma carta, na qual declaravam que não votariam em Donald Trump. Dois dos motivos invocados por estes economistas –e salientados por Nick Timirtaos, do Wall Street Journal–, são:

(1) Trump não ouve peritos credíveis;

(2) Trump promove o pensamento mágico.

Ora, vá lá saber-se porquê, lembrei-me imediata e respectivamente

(1) quer dos pareceres da Associação Portuguesa de Linguística e do Departamento de Linguística Geral e Românica da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, incluídos na documentação compilada por António Emiliano, com as consultas realizadas em 2005 pelo Instituto Camões sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990 [dossier que contém todos os pedidos de parecer enviados a diversas instituições e todas as respostas recebidas], alojada na página de António Emiliano e na Biblioteca do Desacordo Ortográfico, organizada por João Roque Dias,

(2) quer desta extraordinária frase:

A entrada em vigor do acordo ortográfico veio dar novas possibilidades para um esforço concertado dos países de língua portuguesa na internacionalização do idioma comum.

Continuação de um óptimo fim-de-semana.

Comments

  1. Jorge says:

    NÃO aos acordos ortográficos!

    A “Adhesão” de Portugal ao acordo é uma “Cousa” má
    Já estávamos “Affeiçoados” ao português antigo
    Mudar a ortografia faz tanto sentido como mudar o “Alphabeto”

    Ao “Analysar” estas mudanças da escrita
    Isto mais parece uma “Anecdota”
    Temos de “Applaudir” a recusa da evolução da escrita

    O português é mais bonito com “Assucar”
    Mas “Attenção” que não se deve abusar

    O “Aucthor” deste texto sou eu
    Se quiserem, peçam que eu dou um “Autographo”
    Assino só o último nome “Theophilo”
    Ou começo com o primeiro: “Philippe”?

    Estas palavras pré-AO1911 estão disponíveis na “Bibliotheca”
    Para lá chegar temos de calçar os “Çapatos”
    E para as dizer, têm de saber usar a “Bocca”

    Este novo acordo é mau e tem de “Cahir”
    Contra ele eu não me vou “Callar”

    Já sabem da história do “Cysne”
    Será que ele canta ou será que “Dansa”?

    Antigamente é que era bom, quando tinha aquela “Edade”
    Agora com a velhice a energia “Exgotta” mais depressa

    E Portugal é um “Expectaculo”
    Tem uma “Geographia” bonita e uma “Grammatica” engraçada
    O problema é o vizinho “Hespanhol”
    Que cheira mal pois tem pouca “Hygiene”

    Seja como for, a minha “Idea”
    É nunca, jamais, desistir desta “Lucta”
    Porque eu gosto é da antiga “Orthographia”

    O texto é tão grande que parece uma onda da “Nazareth”
    Para ler isto tudo quase me falta o “Oxygenio”
    Mas não faz mal, basta ir à “Pharmacia”
    Será mais próxima a de “Lisbôa” ou a de “Cintra”?

    Agora adeus que está a chegar o “Technico”
    É da PT e vem arranjar o “Telephone”
    Calhou-me um “Typo” que até nem é idiota
    O que nos dias que correm já é uma “Victoria”

    Acabo só com mais estas “Phrases”
    Quem aceita o AO1990 não pode ser bom “Portuguez”
    Porque isso de “Actualizar” a escrita,
    Temos de “Admittir”, é um “Assumpto” pateta!

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s