Lettres de Paris #51

Le Père Noel n’exist pas…

15622417_10212089670463314_3270987698596139774_n
e sendo assim não sei quem terá vindo aqui deixar tanta tralha. Se ele existe, sempre lhe digo que tem uma grande lata. Vir deixar aqui as prendas que, ainda por cima, são para outras pessoas. E agora eu que as carregue daqui para fora, se é que quero que as pessoas a quem se destinam as recebam a tempo do Natal. Se não existe e não foi ele, então não sei quem terá sido, mas de qualquer maneira vou ter que as carregar comigo. Encarregar-me delas. Não há outra solução.
 
Já gostei mais do natal, com ou sem pai natal. Já gostei mais de comprar prendas e de as entregar, é verdade. Mas hoje, ao olhar para estes embrulhos que o pai natal que não existe aqui deixou fiquei contente, mesmo se nenhum deles é para mim. Não sei se as pessoas que os vão receber – e são poucas, que já se sabe que as coisas não estão de feição para grandes gastos, coitado do pai natal ainda para mais às compras em Paris onde, eu bem vejo nas montras das lojas, é tudo tão caro! -vão também ficar contentes. Mas o malandro, ou quem foi que aqui deixou os embrulhos e acendeu as velas para dar um ar mais festivo à coisa, esqueceu-se de duas ou três pessoas. E agora lá vou eu ter de me encarregar pessoalmente do assunto, às portas do natal. Sinceramente.

Como é natal e eu ainda tenho algumas prendas para comprar por causa do esquecimento não sei de quem, vou fazer um intervalo nas cartas de Paris. Oxalá pudéssemos fazer um intervalo de tudo, do próprio mundo, das chatices que temos ou que nos dão, do desamor, da inimizade, da falta de oportunidades, das doenças, de tudo o que de mau se passa connosco e do que se passa para além de nós, que geralmente, é bem pior. Mas fazemos o intervalo e continua tudo na mesma. O mundo continua a existir. Não é como o Pai Natal.
 
Entretanto, até retomar as cartas, desejo-vos Boas Festas, se for o caso de festejarem estas datas.

 

Trackbacks

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.