verdade = ƒ(x),  x ∈ {tempo, espaço}

A solução encontrada para o Novo Banco é questionável? Claro que é. Mas o modo como Montenegro e Cristas abordaram a questão é intelectualmente miserável e eticamente repugnante. Quanto ao grau de amnésia patenteado, trata-se já de um problema médico, pelo que não me vale uma palavra.

A oferta do BES aos americanos e a hipocrisia de António Costa

Vinha aqui escrever que o Governo ia vender o BES ao desbarato, mas António Costa conseguiu ultrapassar as minhas expectativas. Afinal, não vai vendê-lo ao desbarato. Vai simplesmente oferecê-lo a um grupo americano especializado na especulação financeira.
Como sempre, serão os contribuintes a pagar a factura através de uma garantia de 4 mil milhões . Não me interessa o nome que o primeiro-ministro lhe dá, como não me interessam os seus jogos de palavras e as suas mentiras. Em termos de hipocrisia, António Costa não é melhor do que Passos Coelho.

Este banco não é para novos

antero

Cavaco Silva ainda tentou avisar que isto podia correr mal, mas quem a sabia toda era o Antero. Venderam-nos uma mentira, e o país engolindo e pagando, ao sabor das contradições que se multiplicavam, quiseram fazer de nós otários, o que de resto até acabaram por fazer com assinalável distinção, ou não estivéssemos todos a pagar a engenhosa solução encontrada pelo anterior governo, com a preciosa ajuda do amigo do Banco de Portugal, anunciaram vendas, que se aproximariam de alguns milhares de milhões, sem nunca se concretizarem, e juraram a pés juntos que tal empreendimento não custaria um cêntimo aos contribuintes. Como o outro senhor que também nacionalizou um banco com a mesma promessa, um banco que acabou comprado por um outro ao qual agora preside. [Read more…]

Maria Luís e o Novo Banco: “Digo o que sempre disse: contribuintes não serão chamados a cobrir prejuízo” (*)

Há merdas que chateiam. E depois há isto: Novo Banco: supervisor escolhe Lone Star mas avisa para impacto nas contas públicas.

ahah disse-vos que não iam pagar o Novo Banco e acreditaram LOL

Se é para isto que o Sérgio Monteiro está no BdP a ganhar 25 mil euros/mês, vou ali e já venho.

(*) Título de um artigo no Expresso
Nota: Antecipando o argumento “ah e tal, nós fizemos bem, o Costa é que não soube vender”, fica já aqui a pergunta: então o BPN, não o souberam vender, foi?

Novo Banco: contradições e contos para crianças

Conto

No final de Agosto, a possibilidade de adiar a venda do Novo Banco chegou a ser equacionada mas o governo bateu o pé, defendendo a venda o mais rapidamente possível. Duas semanas depois, perante os sucessivos falhanços nas negociações, primeiro com o Anbang, depois com o Fosun, algo mudou e o primeiro-ministro afirmou “Não temos pressa nenhuma“. Haja coerência!

Entretanto, os técnicos da UTAO, a tal unidade técnica à qual a coligação exigia que a análise do programa do PS fosse sujeito, vieram alertar o governo para as consequências do adiamento da venda do Novo Banco, que poderá obrigar à emissão de dívida pública ou a recorrer aos depósitos da administração central, a tal que tem os cofres cheios. Já Marques Mendes, porta-voz não oficial do governo na SIC Notícias, informou no Sábado os portugueses que o processo será adiado até ao final do ano, após os testes de stress do BCE, confirmando os receios levantados pela UTAO. E Marques Mendes costuma estar bem informado. Mas não se preocupem que o governo já garantiu, ao melhor estilo de Cavaco Silva, que o processo não terá custos para os contribuintes. Durmam descansados.

Boa noite!

O banco bom que dá prejuízo

Banco Bom

O Antero bem nos avisou: disseram-nos que era um banco bom mas, nisto dos bancos, nem sempre o que parece é. Fechadas as contas do primeiro semestre, o Novo Banco apresentou prejuízos de 251,9 milhões de euros. Então mas os resíduos tóxicos do BES não tinham ido todos parar ao banco mau? Existe há dois dias e já dá prejuízo? Com certeza que haverá uma boa explicação para tudo isto. Até porque a venda estará por dias (horas?) e é expectável que seja feita por um valor muito inferior aos 4,9 mil milhões de euros injectados pelo Estado. Dizem as más línguas que fará o défice de 2014 disparar para os 6%.

Alguém quer tentar adivinhar quem vai pagar a factura?