BPP – A táctica do segredo

Há milhares de clientes que juram a pés juntos que foram enganados.Que lhes venderam “gato por lebre”.Há relatórios que informam sem margem para dúvidas que os clientes foram ,objectivamente,prejudicados.Papéis de investimento “saudáveis” trocados por papéis “tóxicos” a favor do banco e em prejuízo da carteira dos clientes. As instalações do BPP no Porto (sempre a nobre cidade…) são tomadas por clientes que exigem ter informações sobre o que se passa no banco. Eles já perceberam que a táctica é não haver informações.Tudo está a ser cozinhado nos gabinetes entre um grupo restrito de pessoas que controlam a Privado Holding (PH) que detém 100% do BPP. Entretanto, o governo e as suas instituições de controle (BdP,CMVM e Ministério das Finanças) manietado pelos interesses em jogo e, muito principalmente, pelas eleições aí à porta,vai deixando escapar umas “opiniões” sem autor a ver como reage o pessoal.Estamos de acordo em pagar as “manigâncias”? A actual administração toma a decisão de suspender os pagamentos aos clientes o que é, imediatamente, tomado como sinal de que o governo vai deixar cair o banco, o que a PH considera um erro.A CMVM impõe à actual administração que nos cenários a apresentar equacione a liquidação, o que índicia que até agora o cenário é ” a massa vai chegar”!Entretanto, a Assembleia Geral convocada, na sua Ordem de Trabalhos, nem sequer considerava a discussão das responsabilidades da Administração presidida por João Rendeiro e de anteriores responsáveis .E, ao fim destes seis meses de reuniões e de falta de informação o que é extraordinário é que não está ninguem preso!Nem sequer há arguidos!Mas há pessoas espoliadas!É ou não extraordinário!

Comments


  1. É, de facto, extraordinário que nada ainda se tenha feito, do ponto de vista legal, de forma séria e decente. Quem perde, neste caso, são os chamados pequenos clientes do banco, aqueles que terão sido enganados e prejudicados. Madoff foi preso nos EUA, a grande pátria dos especuladores. Em Portugal, seria, por certo, autor de livros e, quem sabe, condecorado.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.