De novo a Casa Pia

Foi há muitos anos. Foi durante anos e anos. Centenas, milhares de crianças ao cuidado do Estado foram violadas durante décadas por gente sem escrúpulos. Gente rica, gente bem da sociedade lisboeta.
Adivinha-se para breve uma decisão judicial. O ex-Procurador Geral da República já disse que só o Bibi seria condenado. Que os outros, claro, nunca violaram ninguém. Tiveram o seu banho de realidade, provaram do mesmo balde higiénico que o comum delinquente, mas, no final, ainda receberão indemnizações do Estado.
E tudo está como dantes na Casa Pia. A nossa comentadora Maria Monteiro alertou-nos para a notícia que se segue:

«Pois é… para alguns a ‘crise’ não é perder tudo é simplesmente ganhar milhões.
E mais um caso eternamente mal explicado: Casa Pia
Foi notícia no DN -> Criança abusada retirada à Casa Pia

Directora do colégio foi afastada. Meninos voltaram a viver com a mãe.
Duas crianças de 8 e 10 anos que estavam a cargo da Casa Pia foram retirada à instituição e colocadas à guarda da mãe depois de se confirmar que o mais velho sofreu vários abusos sexuais por um colega de 14 anos. Em causa, está o facto de a Casa Pia não ter comunicado a situação à mãe das crianças nem à Comissão de Protecção de Menores que acompanha o caso.
Foi a mãe que alertou a Comissão depois de o filho de 10 anos lhe ter contado o que se estava a passar, durante um dos fins-de-semana que passava com a família. O comportamento do agressor já tinha sido comunicado ao tribunal e a nível interno já tinham sido tomadas medidas para manter os rapazes separados, mas nada tinha sido dito a respeito da vítima, admite a provedora da Casa Pia, Joaquina Madeira.
A responsável considera “um erro lamentável e incomprensível” que os pais e as autoridades não tenham sido avisadas, mas diz que não houve intenção de esconder o caso. “Esta situação só penaliza a instituição. Há procedimentos que estão na lei e que não foram cumpridos. Isto é muito grave e por isso tomámos medidas”, assegura – foi aberto processo de inquérito que levou ao despedimento da directora de Sta. Clara, Fátima Consciência.
Os dois menores voltaram já a viver com mãe, depois de dois anos institucionalizados. Tanto a vítima como o agressor estão a ter acompanhamento psicológico.»

Comments

  1. maria monteiro says:

    Afinal não está tudo como dantes : http://www.casapia.ptPortaria n.º 382/2008, de 27 de Maio, que redefiniu a imagem pública da Casa Pia de Lisboa através da adopção de um novo símbolo que reflecte a sua identidade e missão.A nova farda da Casa Pia de Lisboa, foi apresentada no dia 3 de Julho de 2007, com a Nova Imagem da Instituição.


  2. […] que o mais velho sofreu vários abusos sexuais por um colega de 14 anos. … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.