Buracos (do governo) e poços (do povo)

Uma avisada lei manda que todos os poços, buracos e carreiros sejam declarados, com enormes multas e coimas se não o fizerem. As pobres pessoas nos seus quintais e quintas não fazem ideia nenhuma de tal disposição e a maioria nem ler sabe, como mostrou recente programa televiso, que os colocou perante a boa nova.
E pergunto eu: os buracos do governo tambem estão abrangidos?

Comments


  1. É mais um manifesto exemplo da forma imbecil como se faz muita da legislação em Portugal. Além de não se perceber muito bem a utilidade das linhas escritas em tal lei (mas, enfim, lá deverá haver), esta é mais uma daquelas que ninguém cumpre, nem irá cumprir. Aprendemos que “o desconhecimento da lei não aproveita a ninguém”. Até aqui, tudo bem, não vá um fulano desatar a roubar outro e alegar que não sabia que era ilegal. Mas ninguém, mesmo ninguém lê todas as leis, decretos, portarias, despachos e afins que todos os dias o Diário da República no diz que existe.


  2. O mais grave desta situação é a “promessa escondida” que este controlo, estes registos, apenas servirão no futuro para o estado cobrar por uma coisa que é minha por direito. Que vem a seguir, cobrar a água da chuva que cai no meu terreno? Cobrar o ar que respiro? É que é só o que falta. Mas lá chegaremos.

  3. Snail says:

    Luís,Este post revela uma má formação da sua parte. Quem lhe disse que o Governo tem buracos???

  4. Luis Moreira says:

    Não disse ninguem sou eu que vejo o governo quer sair do buraco do BPN e do buraco BPP (para só falar nestes dois) e não consegue.É o que se chama um “buraco negro”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.