Os 10 mais influentes de Portugal


A partir de hoje e até ao dia 31 de Maio, o Aventar quer saber quem são os 10 portugueses mais influentes da actualidade. Todos estão convidados a responder, classificando de 1 a 10 aqueles que, em seu entender, influenciam mais os destinos do país.
As votações, por motivos óbvios, deverão ser enviadas para o mail blogueaventar@gmail.com e não para esta caixa de comentários. Nesta, podem falar da iniciativa (que de inédito não tem muito, valha a verdade!) e de outras questões com ela relacionada.
Os resultados serão apresentados, aqui no Aventar, em forma de «post», no dia 1 de Junho. E aí, todos estarão convidados a comentar os resultados.
Neste tipo de votações, geralmente feita a nível internacional, costumam ser estabelecidos critérios para aferir o potencial de influência de determinada personalidade da vida política, económica, cultural ou desportiva. Não o faremos: a escolha é totalmente livre e, como é lógico, totalmente subjectiva.
A nós, caber-nos-á apenas, para além de votarmos individualmente, fazermos a soma dos votos e apresentar os resultados.
Vamos a isso! Aventem-se!

Comments

  1. Adalberto Mar says:

    Detesto novamente e aqui o status quo de Hollywood! O Ocidente nunca mais muda enquanto isto se mantiver! NÃO VOTO ATÉ PORQUE A PESSOA MAIS DESCONHECIDA deste país PODERÁ SER A QUE MAIS ME INFLUENCIA de repente, tipo Impulse!!

  2. Luis Moreira says:

    O problema aqui é que os influentes são os que empurram isto para baixo.Exemplos.O mais influente na música.Zé Cabra! O mais influente na transparência.Dias Loureiro,porra com um bocado de sorte não metemos cá ninguem…influente!

  3. maria monteiro says:

    mas sempre podemos considerar os influentes que já partiram…

  4. Luis Moreira says:

    Maria, sem esses não chegamos à meia dúzia…

  5. maria monteiro says:

    LM, sempre há o ditado “muitos poucos fazem muito”


  6. […] só em part-time. Sem querer ofender esta alta personalidade portuguesa (não estará nos dez mais influentes, de certeza, sendo que são da actualidade), acho estranho o facto de ele raramente aparecer e […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.