Professores voltam à rua II: 16, 23, 30… Lisboa sempre Cheia?

Isto de marcar uma manifestação tem as suas dificuldades.
Não as coloco, as dificuldades, ao nível dos argumentos – felizmente, nesse aspecto o “sinhori inginheiru” tem agraciado todas e todos com muitos, mais que muitos e para todos os gostos e feitios.

Lisboa,1605 (ao melhor estilo americado) é a igreja na rua, com a Imagem (e não a própria) de Nossa Senhora nas ruas e águas de Lisboa a caminho dos 50 anos do Cristo Rei, sei agora, mais pequeno que o irmão do outro lado do atlântico. Não sou dos que considera o tamanho e por isso acredito que o nosso Cristo é tão bom como o Brasileiro.

50 anos do Cristo Rei

50 anos do Cristo Rei


Lisboa, 2305, é a vez do PCP sair à rua numa marcha cujos objectivos são eleitorais e ponto.

23 de Maio de 2009

23 de Maio de 2009

Assim, para nós, meros assalariados docentes sobrava o dia 30 – temos, pois, 3005 para encher as ruas de Lisboa.

30 de Maio de 2009

30 de Maio de 2009

A fazer no dia 16 poderíamos ser acusados de estar a procurar a intervenção divina na resolução dos nossos problemas – mas, isso é hoje algo desnecessário, porque o destino da nossa Ministra está marcado. Pode não pagar cá, mas vai pagar!
Quanto ao dia 23 – se a malta, os Profs, esses comunistas, já são atirados para a militância vermelha, com cartão e tudo, então não vale a pena fazer coincidir a marcha do PCP com a Luta dos Professores – para os fazedores de manchetes do PS, seria um pleonasmo.
No dia 30, seremos mais que muitos e todas as indicações que chegam às direcções sindicais e que vão resultando do que se vai sabendo das escolas levam a ter a certeza que vamos ter mais um ENORME dia. Há autocarros completamente cheios em vários agrupamentos e sente-se novamente a classe a fervilhar.
A exigência de uma escola Pública mais democrática é comum a todos – podemos, todos e cada um de nós, Professoras e Professores, expressar motivos diversos, mas, em última análise o que todos queremos é que nos Deixem Ser Professores e que acabem de uma vez por todas com o clima que se instalou e que está a impedir o nosso trabalho!
Não é uma questão de dinheiro. Não são questões profissionais. É muito mais que isso. É dignidade, é sentimento…
Tudo …pelos Nossos Alunos!
Tudo … pelos Nossos Filhos!

Comments

  1. Snail says:

    “Assim, para nós, meros assalariados docentes sobrava o dia 30 – temos, pois, 2630 para encher as ruas de Lisboa.” Não há engano no “2630”???

  2. maria monteiro says:

    eu acrescentavaTudo … pelos Vossos Filhos!

  3. João Paulo says:

    Oi,snail de facto era um erro – fica 3005. Obrigado,Maria – é isso mesmo “Tudo …. pelos Vossos FIlhos”JP

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.