Barack Obama, o Sócrates americano

Aqui, escrevi que a tomada de posse de Barack Obama significava o fim de um mito. Por ser ele uma pessoa como todos nós, mas também por ser não mais do que um político.
Parece que se confirmou a minha previsão. Primeiro, foi a promoessa quebrada de fechar Guantanamo em apenas cem dias. Agora, a ordem de restaurar os Tribunais especiais que existiam no tempo de Bush e que ele tinha mandado suspender. No Iraque, continuam os «raids» aéreos, a morte e a destruição. Até a promessa de levar um rafeiro do canil para a Casa Branca ele não conseguiu cumprir.
Afinal, parece que Barack Obama não passa de um extraordinário produto de «marketing». Uma figura de plástico, vazia, que disse o que sabia que tinha de dizer para ganhar as eleições. Uma fraude!

Comments


  1. não é por nada que o marketing político que elegeu o sócrates foi importado dos EU. a retórica oca idem aspas.


  2. Se todos os políticos são produtos de marketing, todos são uma fraude, porque o seu fim não é serem marketing, é algo mais. Bem mais. Este é um dos nossos problemas actuais.


  3. Pois é. eu sei bem que é assim. Se calhar por estar atento ao fenómeno publicitário é que tenho tantas reservas quanto à política. Até têm um marketing próprio específico para a sua actividade. Tudo é encenado. Tudo é baseado em estudos. Tudo é programado para vender um candidato. Tudo é estudado previamente para retirar o máximo partido. E vamos ver o marketing político bem em acção nesta jornada eleitoral que aí vem.

  4. Luis Moreira says:

    Obama, pode ter que dar dois passos atrás para poder dar passos para a frente.Na frente exeterna há diferenças profundas em relação ao Irão e à questão da Palestina.Mas, claro não se pense que vai por em causa o capitalismo, os mercados…algo mudará mas não vem aí outro regime.Isso não é possível.mas a mudança rola…

  5. maria monteiro says:

    Não identifico Obama como uma pessoa ‘fabricada’. É verdade que as mudanças vão surgindo, talvez não tão rápidas como desejaríamos mas o importante é que o mundo vai mudando… para melhor.