Rui Rio e a Câmara do Porto

rui-rio
RIO POR INTEIRO
Sobre Rui Rio, já tive oportunidade de dizer que é o “meu”  candidato à Câmara da minha cidade (aqui, aqui e aqui), da mesma forma que já tive oportunidade de dizer que a candidata Maria Elisa o não é (aqui), e embora tivesse tido oportunidade, sobre os outros candidatos não me apeteceu falar. Não é que não me merecessem o devido respeito, mas porque entendo que são “cartas fora do baralho”.
Dr Rui Rio, gosto realmente de si!
Nas duas cartas que lhe escrevi e num outro artigo, disse-o, e aqui o reafirmo. A cidade do Porto mudou, e para melhor, após a sua eleição. Não estará tudo bem, longe disso, mas para lá caminha, com a sua sobriedade, a sua capacidade, e a sua sabedoria.
Ninguém pára este Rio, e tenho pena que este tenha de ser o seu último mandato. Findo ele, partirá por certo para outros voos, mais altos, substituindo com qualidade os actuais lideres do seu partido.
É o candidato, dos que têm capacidade para vencer, o único com perfil adequado e o que se interessa unicamente pela cidade a que se candidata. É o único com os pés no Porto, “ambos os dois”!
Foi oficializada a candidatura, dificil será não ganhar, com tão fraca concorrência.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Tambem me parece que este rio é de oiro.Quem tem dúvidas olhem para o que passa aqui em Lisboa!


  2. Meus caros,nasci no Porto, mas nunca votei no Porto. De alguém de fora, o que posso dizer é: onde está o Porto? Alguém o viu?Rui Rio teve esse mérito – fez desaparecer o Porto de tudo!Mas, se com mais posts ou com mais comentários me conseguirem explicar quais as vantagens de um Homem que tem como grande mérito presidencial o facto de o não ser… ~JP


  3. Com todas as virtudes e defeitos, Rio não trouxe muito de novo ao Porto, nem no primeiro, nem no segundo mandato. Se é certo que a cidade – como a região – estava a perder peso político e económico quando chegou à autarquia, Rio não conseguiu estancar e muito menos inverter uma queda que ainda continua. De positiva resulta o trabalho efectuado nos bairros sociais, de negativo muito mais coisas, sobretudo a cultura. Vê quase toda a cultura como uma despesa, sem valor acrescentado, mas não hesita em gastar muito dinheiro em iniciativas motorizadas.

  4. Luis Moreira says:

    José, aqui em Lisboa fazem parques auto e à socapa vão autorizando betão junto ao rio e estão falidos.É preciso comparar…

  5. Adalberto Mar says:

    Rui Rio sacrificou a cidade fazendo pouco porque assim não foi importunado pelo Poder de Lisboa…não da cidade mas do País!

Deixar uma resposta